Habitação

Preço das casas dispara mais de 20% em Lisboa e Porto

Fotografia: D.R.
Fotografia: D.R.

INE revela que há 40 municípios com preços acima da média nacional

Não há travão para os preços das casas em Portugal. No período de 12 meses que terminou no final de março, o custo mediano do metro quadrado em Portugal aumentou 7,8%, passando de 881 euros para 950 euros. Os números foram revelados esta terça-feira pelo INE.

Porto e Lisboa foram as cidades onde os preços mais subiram. A norte, o aumento foi de 22,7%. Já na capital, que continua a ter o metro quadrado mais caro do país, a subida foi de 20,4%. Uma casa familiar de 100 metros quadrados na cidade de Lisboa custa agora, de acordo com a mediana, 258 mil euros.

De acordo com o INE, há em Portugal mais seis municípios onde os preços ultrapassam os 1500 euros por m2: Cascais, Loulé, Oeiras, Lagos, Albufeira e Tavira.

O Instituto destaca ainda que é na região de Lisboa que se verifica a maior amplitude de preços, que chega quase aos dois mil euros. Se comprar casa no município de Lisboa custa 2581 euros por metro quadrado, a pouco mais de 30 quilómetros, no município da Moita, é possível comprar uma habitação por 617 euros por m2.

No Algarve e em Coimbra a diferença entre o município mais caro e o mais barato também ultrapassa os mil euros por metro quadrado.

Outra tendência que se confirmou no último ano foi o aumento dos preços nas cidades periféricas. Na Amadora, às portas de Lisboa, o custo do metro quadrado subiu 13%. Já em Vila Nova de Gaia o aumento foi de 10,8%.

O que continua a descer é a diferença de preços entre casas novas e usadas. Em Lisboa, o metro quadrado a estrear custa 3238 euros enquanto o usado fica por 2521 euros, um intervalo de 717 euros. No trimestre anterior a diferença era de 757 euros.

Centros históricos cada vez mais de luxo

Já era a freguesia mais cara do país, e no último ano reforçou esse estatuto. O metro quadrado em Santo António, em Lisboa, já custa mais de quatro mil euros. A zona que circunda a Avenida da Liberdade ficou 39,8% mais cara nos últimos 12 meses.

Misericórdia e Santa Maria Maior também ultrapassam os 3500 euros por metro quadrado. Há, no entanto, uma freguesia na capital onde os preços caíram: em Marvila o preço do metro quadrado desvalorizou 12,4% num ano.

Ao nível das freguesias a maior subida aconteceu, porém, no Porto. O preço do metro quadrado na União das freguesias de Cedofeita, Santo Ildefonso, Sé, Miragaia, São Nicolau e Vitória disparou 45,2% num ano.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O ex-presidente do BPN, José Oliveira Costa. Fotografia: Rodrigo Cabrita/Global Imagens

Finanças. Antigo BPN está a ajudar a reduzir défice deste ano

Vieira da Silva e Cláudia Joaquim
Fotografia: Leonardo Negr‹ão / Global Imagens

Governo admite eliminar factor de sustentabilidade noutros tipos de pensões

O ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Vieira da Silva  JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

Regras das pensões antecipadas que existem em 2018 vão manter-se

Outros conteúdos GMG
Preço das casas dispara mais de 20% em Lisboa e Porto