Eurostat

Preços da eletrónica e automóveis em Portugal ultrapassam média europeia

Automóvel

Portugal registou os segundos preços mais altos da UE. No outro extremo, com os níveis de preços mais baixos ficou a Bulgária, a Roménia e a Polónia.

Portugal tinha os segundos preços mais altos da União Europeia (UE) dos equipamentos eletrónicos e os terceiros dos meios de transporte pessoais em 2017, mas com uma média de 85,1%, segundo o Eurostat.

Segundo dados divulgados esta quarta-feira pelo gabinete de estatísticas da UE sobre níveis de preços de bens de consumo, Portugal ficou em segundo lugar nos preços dos equipamentos eletrónicos para o grande público (como televisores, computadores ou leitores de DVD), a par de Chipre, e ultrapassado pela Dinamarca e França, que apresentaram os preços mais altos.

No que respeita a meios de transporte pessoais (automóveis, motociclos ou bicicletas), Portugal ficou em terceiro lugar, a par da Finlândia e da Irlanda, com a Dinamarca e a Holanda a liderarem a tabela dos mais caros.

Em 2017, os níveis de preços dos serviços e bens de consumo apresentaram grande disparidade na UE, com a Dinamarca no topo da tabela (142% da média da UE), seguindo-se o Luxemburgo (127%), a Irlanda e a Suécia (125% cada).

No outro extremo, com os níveis de preços mais baixos ficou a Bulgária (48%), a Roménia (52%) e a Polónia (56%).

Em Portugal, os preços mantiveram, em 2017, um nível de 85,1% da média da UE.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Lisboa Fotografia: Rodrigo Cabrita / Global Imagens

Medidas do Banco de Portugal para travar riscos no imobiliário são “adequadas”

Lisboa Fotografia: Rodrigo Cabrita / Global Imagens

Medidas do Banco de Portugal para travar riscos no imobiliário são “adequadas”

António Mexia, CEO da EDP. (Fotografia: Sara Matos / Global Imagens)

EDP assina compromisso para limitar aquecimento global a 1,5°C

Outros conteúdos GMG
Preços da eletrónica e automóveis em Portugal ultrapassam média europeia