Comércio

Preparar-se online para a Black Friday

Foto: DR
Foto: DR

A Black Friday está quase a chegar e, é possível prepara-se para sobreviver à 'febre' dos descontos, pelo menos online.

A Black Friday, um dos fenómenos de compras, durante um dia as lojas, tanto físicas como online baixam significativamente os preços dos seus produtos, o que atrai muitos consumidores a fazer as compras que tinham adiado. Este ano, a data é exatamente um mês antes do Natal, a 24 de novembro, o que certamente levará muitos a tentarem antecipar a compra dos presentes.

Leia também o artigo Voos a partir de 4,99 euros na Black Friday da Ryanair

Naturalmente que a confusão também se instala nesse dia e, com o intuito de ajudar o processo de compra online nesta sexta-feira, o KuantoKusta – comparador de preços online – disponibiliza um serviço agregador, rápido e gratuito, as promoções de mais de 1 milhão de produtos de 500 lojas online.

Para Paulo Pimenta, CEO do KuantoKusta, “a Black Friday é uma data imperdível para comprar, seja para antecipar os presentes de Natal ou para adquirir aquele telemóvel mais caro que tanto esperava. No entanto, é preciso saber como e onde comprar. Neste dia, o KuantoKusta quer, acima de tudo, facilitar o processo de compra a todos os portugueses, disponibilizando uma ferramenta grátis, agregadora, e que pode ser utilizada de forma rápida, cómoda e com acesso direto às promoções de mais de 500 lojas”.

Lembrando que “da tecnologia aos eletrodomésticos e vestuário, somam-se, ano após ano, os descontos e o número de lojas aderentes, e algumas prolongam os descontos durante o fim de semana”. E, o crescimento verificado, todos os anos, pelo KuantoKusta, reflete o aumento da notoriedade da data entre os consumidores portugueses que cada vez mais aproveitam estas campanhas para fazer compras de valores mais elevados como eletrodomésticos, informática ou telemóveis, e para antecipar as prendas de Natal.

A plataforma tem registado um pico anual nesta data. Só no ano passado, a plataforma registou mais de 200 mil acessos em apenas 24 horas, com os eletrodomésticos (22%), a informática (19%) e os telemóveis (16%) no topo das pesquisas; o que se traduziu em transações de quase 2 milhões de euros para as lojas parceiras da plataforma, um aumento de 61% face a 2015.

E para que as aquisições sejam as mais acertadas, a plataforma deixa algumas sugestões, como por exemplo, preparar listas antecipadas de produtos desejados, evitar compras por impulso e, fazer compras “através de comerciantes sem certificado. São algumas formas para sobreviver à ‘febre’ dos descontos desta data”.

Além disso, recomenda a utilização da ferramenta de histórico de preços, que permite consultar o preço de um produto nos últimos 90 dias e “evitar propostas fraudulentas, como o aumento do preço nos dias anteriores à Black Friday para depois regressarem ao preço original, criando a ilusão de um desconto”.

O KuantoKusta sugere que os utilizadores recorram ao alerta de preços, que lança um aviso caso o produto desejado atinja o preço pretendido na Black Friday. Esta funcionalidade está disponível em mais de 1 milhão de produtos.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Alberto Souto de Miranda
(Gerardo Santos / Global Imagens)

Governo. “Participar no capital” dos CTT é via “em aberto”

Congresso APDC

“Temos um responsável da regulação que não regula”

Congresso APDC

Governo. Banda larga deve fazer parte do serviço universal

Outros conteúdos GMG
Preparar-se online para a Black Friday