Presidência

Presidente promulga aumento do salário mínimo para 557 euros em 2017

Foto: Paulo Spranger/Global Imagens
Foto: Paulo Spranger/Global Imagens

Decisão de Marcelo Rebelo de Sousa foi divulgada na página da Presidência da República na Internet, juntamente com outras quatro promulgações

O Presidente da República promulgou hoje o decreto do Governo que estabelece o aumento do salário mínimo nacional (SMN) para 557 euros em 2017, aprovado na semana passada, com base num acordo em sede de concertação social.

Para reunir o consenso da maioria dos parceiros em torno de uma subida do SMN para os 557 euros, o governo aumentou o desconto na taxa social única das empresas que em vez de 1 ponto percentual, como inicialmente avançado, será de 1,25 pp.

A decisão de hoje de Marcelo Rebelo de Sousa foi divulgada na página da Presidência da República na Internet, juntamente com outras quatro promulgações de decretos do Governo, incluindo o regime de formação profissional na Administração Pública e o diploma que cria o Instituto de Proteção e Assistência na Doença.

Sobre este último diploma, que altera a natureza jurídica do subsistema de saúde dos funcionários públicos (ADSE), o chefe de Estado deixou uma nota: “Apesar da complexidade do regime de tutela e esperando que o Orçamento para 2017 comporte a eventualidade de acréscimo de despesas, o Presidente da República promulgou o diploma do Governo que cria o Instituto de Proteção e Assistência na Doença”.

O comunicado da Presidência na íntegra:

“O Presidente da República promulgou hoje os seguintes diplomas do Governo:

Saudando o propósito do novo regime legal e portanto esperando que o novo fundo não constitua uma redundância administrativa o Presidente da República promulgou o Diploma do Governo que cria, na dependência do membro do Governo responsável pela área da Economia, o Fundo de Inovação, Tecnologia e Economia Circular.

Atendendo à prática anterior de disciplinar a matéria por Decreto-Lei e apesar de não ter sido aprovado em conjunto com outro diploma, acolhendo a posição da Associação Nacional de Municípios Portugueses, o Presidente da República promulgou o Diploma do Governo que define o regime da formação profissional na Administração Pública.

Apesar da complexidade do regime de tutela e esperando que o Orçamento para 2017 comporte a eventualidade de acréscimo de despesas o Presidente da República promulgou o Diploma do Governo que cria o Instituto de Proteção e Assistência na Doença.

O Presidente da República promulgou o Diploma do Governo que cria a Fatura Única Portuária por Escala de Navio.

O Presidente da República promulgou o Diploma do Governo que atualiza o valor da retribuição mínima mensal garantida para 2017.”

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Ministro das Finanças, Mário Centeno, na apresentação do Orçamento do Estado para 2019. 16 de outubro de 2018. REUTERS/Rafael Marchante

Bruxelas envia carta a Centeno a pedir o triplo do esforço orçamental

lisboa-pixabay-335208_960_720-754456de1d29a84aecbd094317d7633af4e579d5

Estrangeiros compraram mais de mil imóveis por mais de meio milhão de euros

João Galamba (secretário de estado da energia) , João Pedro Matos Fernandes (Ministro para transição energética) e António Mexia  (EDP) durante a cerimonia de assinatura de financiamento por parte do Banco Europeu de Investimento (BEI) da Windfloat Atlantic. Um projecto de aproveitamento do movimento eólico no mar ao largo de Viana do Castelo.
(Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Mexia diz que EDP volta a pagar a CESE se governo “cumprir a sua palavra”

Outros conteúdos GMG
Presidente promulga aumento do salário mínimo para 557 euros em 2017