Visita

Marcelo “animado” com perspetivas para a economia e sociedade grega

JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA
JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

O Presidente da República prestou hoje uma homenagem "à corajosa resiliência do povo grego"

O Presidente da República prestou hoje uma homenagem “à corajosa resiliência do povo grego”, em Atenas, e manifestou-se confiante e animado com as perspetivas de evolução económica e social da Grécia.

Numa declaração no Palácio Presidencial, em Atenas, onde foi recebido pelo Presidente da República Helénica, Prokopios Pavlopoulos, Marcelo Rebelo de Sousa afirmou: “Chego à Grécia com sentimento de confiança e de crença no futuro”.

“Animam-me imenso as perspetivas que se abrem para a economia e para a sociedade gregas, quando, daqui por poucos meses, em junho, se concluir o Programa de Assistência Económica e Financeira, tal como ainda ontem [segunda-feira] reconheceu o presidente do Eurogrupo [Mário Centeno], no final de uma reunião em que foi saudada a conclusão da terceira revisão”, acrescentou.

Marcelo Rebelo de Sousa está na Grécia desde segunda-feira, a convite do seu homólogo grego, para uma visita de Estado de dois dias e meio, acompanhado pelo ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, e por deputados dos cinco maiores partidos com assento parlamentar.

Hoje, no início da sua intervenção no Palácio Presidencial, em nome do povo português, o chefe de Estado quis “prestar uma homenagem à corajosa resiliência do povo grego durante uma crise económica e financeira que a todos afetou de forma tão profunda”.

No final, com Prokopios Pavlopoulos ao seu lado, Marcelo Rebelo de Sousa disse-lhe que a Grécia sempre pôde contar com o povo português, “nos momentos mais difíceis, como pode contar agora, que esses momentos se avizinham do seu termo”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Miradouro do Alvito. Marca única de autocarros abrange toda a Área Metropolitana de Lisboa.
( Jorge Amaral / Global Imagens )

Medina quer marca única para os autocarros da Área Metropolitana de Lisboa

O furo da Herdade da Comporta será decidido dentro de dias.  Fotografia: D.R.

Comporta. Só o consórcio Amorim/Berda apresentou proposta

Ponte 25 de Abril

Ponte 25 de Abril: Consórcio da Somague vence obra de 12,6 milhões

Outros conteúdos GMG
Marcelo “animado” com perspetivas para a economia e sociedade grega