Primeira aeronave de corrida elétrica foi apresentada no Dubai

A White Lightning será fabricada pela Condor Aviation, sediada no Reino Unido.

Foi num torneio de corrida aérea apoiado pela Airbus - Air Race E -, este domingo, no Dubai, que foi apresentada a primeira aeronave de competição elétrica do mundo, numa altura em que a fabricante europeia procura impulsionar a tecnologia aeroespacial verde.

À medida que crescem as preocupações ambientais sobre o impacto das viagens aéreas, ao nível da poluição provocada pelos combustíveis fósseis, são várias as empresas, incluindo a Uber, que estão a trabalhar no desenvolvimento de "carros voadores" movidos a eletricidade, adianta a Reuters.

No mês passado, a Boeing anunciou uma parceira com a Porsche para desenvolver um conceito de veículo voador elétrico capaz de transportar passageiros em ambientes urbanos.

A Air Race E disse que a aeronave, chamada White Lightning e aprentada no Dubai Air Show, será fabricada pela Condor Aviation, sediada no Reino Unido.

Esta aeronave usará um motor elétrico com capacidade para atingir uma velocidade de 482 quilómetros por hora num circuito de cinco quilómetros, apenas a 10 metros do solo. "A série de corridas fornecerá uma base de testes para inovação e acelerará a jornada em direção às viagens comerciais elétricas", disse Jeff Walkman, CEO da Air Race E.

As baterias de lítio instaladas sob a fuselagem do avião vão fornecer energia para cinco minutos em corridas de alta intensidade e cerca de 10 minutos de reserva, voando com potência reduzida, informou a empresa.

A Air Race E pretende ser a primeira competição de aviões totalmente elétricos do mundo quando lançar a sua série inaugural de corridas internacionais em 2020 e espera, nesta semana, nomear oito equipas para a sua primeira corrida.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de