Agricultura

Produção de azeite poderá parar alertam cooperativas

Fotografia: Filipe Amorim/Global Imagens
Fotografia: Filipe Amorim/Global Imagens Fotografia: Filipe Amorim/Global Imagens

Este ano é esperada uma produção recorde de azeite. Cooperativas alertam para falta de capacidade para armazenamento o bagaço da azeitona.

A campanha de produção de azeite, que está a decorrer, poderá paralisar com as três unidades de receção de bagaço de azeitona produzida no Alentejo têm a sua capacidade estática de armazenamento “praticamente esgotada”. Espera-se este ano uma produção superior a 140 mil toneladas de azeite.

“As três grandes unidades de receção de bagaço de azeitona proveniente dos lagares que processam toda a azeitona produzida no Alentejo têm a sua capacidade estática de armazenamento praticamente esgotada”, alerta a Confragi em comunicado de imprensa.

“Falta muito pouco para que todo o setor paralise, desde a apanha de azeitona aos lagares que a transformam, facto que a verificar-se poderá provocar prejuízos incalculáveis aos agricultores e empresas ligadas ao setor”, refere a Confragi. O organismo alerta para o “caos ambiental” que poderá acontecer caso não haja capacidade para colocar o bagaço de azeitona, cuja produção se estima possa vir atingir as 600 mil toneladas.

“A ausência da aceitação de uma estratégia global equilibrada para o setor, pelos organismos competentes, tem provocado estes desequilíbrios estruturais, que estão já a penalizar todo o setor nacional, nomeadamente em Trás-os-Montes e no Alentejo, onde o estrangulamento na receção dos bagaços de azeitona levará ao colapso das atividades relacionadas”, alerta a Confragi.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

1400 empresas já pediram para aderir ao novo lay-off, apoios só a 28 de abril

Algarve, Portugal. Fotografia: D.R.

Algarve lança campanha. “Fiquem em casa para regressarem com mais saudade”

Veículos da GNR durante uma operação stop de sensibilização para o cumprimento do dever geral de isolamento, na Autoestrada A1 nas portagens dos Carvalhos/Grijó no sentido Sul/Norte, Vila Nova de Gaia, 29 de março de 2020. MANUEL FERNANDO ARAÚJO/LUSA

Mais de 80 detidos e 1565 estabelecimentos fechados

Produção de azeite poderá parar alertam cooperativas