Eurostat

Produção industrial recua 2% em julho na zona euro

Fotografia: EPA/FOCKE STRANGMANN
Fotografia: EPA/FOCKE STRANGMANN

A produção industrial recuou em julho 2,0% na zona euro e 1,2% na União Europeia (UE), face ao mês homólogo, com Portugal a registar uma quarta maior quebra (-3,4%), divulga o Eurostat.

Já na variação em cadeia, a produção industrial caiu 0,4% na zona euro e 0,1% na UE, com Portugal, em contraciclo a apresentar a segunda maior subida no indicador (3,6%).

Face a julho de 2018, a Estónia (-5,4%), a Alemanha (-5,3%), a Roménia (-5,2%) e Portugal (-3,4%) foram os países que registaram as maiores quebras na produção industrial, com a Hungria (8,7%), a Dinamarca e a Lituânia (5,1% cada) a registarem os maiores avanços.

Na comparação com o mês anterior, em julho as quebras mais representativas observaram-se na Roménia (-3,3%), na Estónia (-2,9%) e na Letónia (-2,1%) e as principais subidas na Croácia (4,9%), em Portugal (3,6%) e na Dinamarca (3,5%), segundo o gabinete estatístico europeu.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
A ministra do Trabalho, Ana Mendes Godinho (D), e o secretário de Estado do Emprego, Miguel Cabrita (E). Fotografia: MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Salário mínimo de 635 euros? Dos 617 dos patrões aos 690 euros da CGTP

concertação

Governo sobe, sem acordo, salário mínimo até 635 euros em 2020

concertação

Governo sobe, sem acordo, salário mínimo até 635 euros em 2020

Outros conteúdos GMG
Produção industrial recua 2% em julho na zona euro