Produção na construção recupera na zona euro e UE após 7 meses de recuos

Em março, a produção na construção voltou a aumentar na variação homóloga, depois de ter registado quebras consecutivas desde setembro de 2020.

A produção na construção teve uma forte recuperação em março, tanto na zona euro (18,3%) quanto na União Europeia (14,9%), após sete meses de recuos homólogos, segundo dados divulgados esta quinta-feira pelo Eurostat.

Em março, a produção na construção voltou a aumentar na variação homóloga, depois de ter registado quebras consecutivas desde setembro de 2020.

De acordo com o gabinete estatístico europeu, face a fevereiro, a produção na construção aumentou 2,7% na zona euro e 2,2% na UE.

As maiores subidas na comparação homóloga registaram-se em Itália (74,5%), França (46,3%) e Bélgica (36,3%), enquanto os principais recuos se observaram em Espanha (-13,2%), Polónia (-12,6%) e Finlândia (-4,0%).

Face a fevereiro, os avanços mais marcados foram assinalados na Hungria (11,5%), na Alemanha (10,8%) e Eslováquia (9,0%) e as maiores quebras em França (-7,3%), Suécia (-3,1%) e Espanha (-0,9%).

Em Portugal, a produção na construção avançou 2,8% na variação homóloga e 3,2% face a fevereiro.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de