Coronavírus

Produtores de leite garantem fornecimento aos portugueses

Fotografia: D.R.
Fotografia: D.R.

A FENALAC lembra que a "produção de leite portuguesa assegura a totalidade do consumo nacional, não estando dependente de importações"

A Federação Nacional das Cooperativas de Produtores de Leite (FENELAC), que representa o setor cooperativo lácteo, fez saber que os seus associados vão assegurar o abastecimento de leite ao país nesta altura de pandemia do novo coronavírus. E garantiu que não há risco de rutura no mercado.

Em comunicado, a FENELAC adianta que “toda a fileira está comprometida em assegurar a produção, a recolha e o processamento de leite e de produtos lácteos, de forma a garantir o abastecimento dos portugueses”.

Contudo, apela aos consumidores para fazerem compras racionais, até porque não há “nenhum motivo para acumulação no domicílio, na medida em que não há risco de rutura de mercado”.

A FENALAC lembra que a “produção de leite portuguesa assegura a totalidade do consumo nacional, não estando dependente de importações”, essas mais mais dificultadas na conjuntura atual de pandemia do vírus Covid-19.

A federação sublinha que os produtores de leite, motoristas da recolha, colaboradores fabris e restantes agentes envolvidos na fileira têm garantido o regular fornecimento de leite e produtos lácteos junto da distribuição “com sentido de dever e esforço permanente”.

As condições de segurança alimentar estão asseguradas, assim como todos os controlos sanitários previstos legalmente. “O consumo de leite e de produtos lácteos é, por isso, garantidamente seguro”, sublinha o organismo.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa. JOÃO RELVAS/POOL/LUSA

Governo cria complemento salarial até 350 euros para trabalhadores em lay-off

O primeiro ministro, António Costa, fala aos jornalistas durante a conferência de imprensa, 04 junho 2020, realizada no final da reunião do Conselho de Ministros, no Palácio da Ajuda, em Lisboa.     MANUEL DE ALMEIDA / POOL/LUSA

Banco de Fomento para Portugal com “aprovação provisória”

O primeiro ministro, António Costa, fala aos jornalistas durante a conferência de imprensa realizada no final da reunião do Conselho de Ministros, no Palácio da Ajuda,  em Lisboa, 29 de maio de 2020. O Governo decidiu adiar a passagem para a terceira fase de desconfinamento na Área Metropolitana de Lisboa e criou regras especiais, sobretudo em atividades que envolvem “grande aglomerações de pessoas”.  MANUEL DE ALMEIDA/POOL/LUSA

Trabalhadores em lay-off passam a receber entre 77% e 92% do salário

Produtores de leite garantem fornecimento aos portugueses