Digitalização

Programa Comércio Digital vai colocar 50 mil empresas online

foto: DR
foto: DR

O programa vai ajudar as micro, pequenas e médias empresas (PME's) a minimizar processos, aceder aos mercados internacionais e a captar mais clientes.

A Associação da Economia Digital (ACEPI) e a Confederação do Comércio e Serviços de Portugal (CCP) lançaram esta terça-feira o Programa Comércio Digital. A iniciativa apoiada pelo Governo vai dar ferramentas e apoiar a digitalização de 50 mil micro e PME’s, do setor do comércio e serviços. As empresas vão ter direito a um voucher gratuito “3 em 1”, durante um ano, que engloba a oferta de uma ferramenta de construção e alojamento de site, caixas de correio eletrónico e domínio registado sob .pt.

“Vamos ajudar as empresas a estarem mais próximas dos seus clientes e a conquistarem novos mercados”, explica Alexandre Nilo Fonseca, Presidente da ACEPI. O Programa vai chegar às pequenas empresas através de um roadshow que vai passar por 150 localidades do país, sob o lema ‘O seu negócio mais perto do futuro’.

O programa vai dar às empresas “as ferramentas necessárias para garantir a sua participação na era digital”, destaca João Vieira Lopes, Presidente da CCP.

“O Governo quer dar às empresas a oportunidade de tirarem partido das potencialidades proporcionadas pela transformação digital, modernizando a sua atividade e dando sustentabilidade ao seu negócio, conquistando novos clientes e mercados, e contribuindo para reforçar o dinamismo da economia portuguesa”, sublinha o secretário de Estado Adjunto e do Comércio, Paulo Alexandre Ferreira.

Atualmente, mais de 50% das microempresas portuguesas não tem qualquer presença online.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Utentes à saída de um cacilheiro da Transtejo/Soflusa proveniente de Lisboa, em Cacilhas, Almada. MÁRIO CRUZ/LUSA

Salário médio nas empresas em lay-off simplificado caiu 2%

Segurança Social de Vila Nova de Famalicão
(Paulo Jorge Magalhães/Global Imagens)

Governo alarga pagamento de apoio a quem esteve um mínimo de 30 dias em lay-off

Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. Fotografia: António Cotrim/Lusa

Empresas já podem candidatar-se ao novo lay-off

Programa Comércio Digital vai colocar 50 mil empresas online