Programa de cooperação da CPLP executa mais de 10 milhões de euros

Xanana Gusmão, primeiro-ministro timorense
Xanana Gusmão, primeiro-ministro timorense

O Programa Indicativo da Cooperação da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) já executou mais de 10 milhões de euros, segundo o comunicado final da Reunião dos Pontos Focais da Cooperação, que terminou hoje em Díli.

“Em fevereiro de 2013, o agregado global da execução do Programa Indicativo de Cooperação (PIC) superou o valor histórico de 10 milhões de euros”, referem em comunicado os Pontos Focais da Cooperação, que reuniram entre quinta e sexta-feira na capital de Timor-Leste.

Leia também:Timor-Leste assume presidência da organização da CPLP

Segundo o comunicado, o indicador revela que, desde que o Fundo Especial teve início em 2000, o “pilar cooperação tem vindo a crescer de forma sustentada, particularmente a partir de 2008, constituindo-se como uma das principais imagens de marca da organização”.

Entre 2000 e junho de 2014, o Programa Indicativo de Cooperação executou 6,7 milhões de euros, estando em execução cerca de cinco milhões de euros.

“O acompanhamento e monitorização das atividades em execução do PIC permitem observar um grau de eficiência e eficácia bastante satisfatório. Bastará mencionar que mais de 95% das suas atividades estão em execução ou em fase de conclusão, com resultados claramente demonstráveis e com níveis de apropriação elevados”, referem.

Durante o encontro, os Pontos Focais da Cooperação apresentaram propostas de atividades relacionadas com o desenvolvimento agroalimentar, através do projeto “Plataforma Skan CPLP”, com a capacitação dos sistemas nacionais de estatísticas, de assistência técnica ao centro de informação em proteção social e uma proposta de ação pontual no âmbito da formação de pessoas sobre o combate ao tráfico de seres humanos.

Os Pontos Focais da Cooperação abordaram também a campanha CPLP “Juntos Contra a Fome”, a II Conferência de Governo Eletrónico e o Projeto de Promoção e Difusão da Língua Portuguesa no Espaço SADC (Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral).

A reunião dos Pontos Focais de Cooperação da CPLP decorreu em Díli, que vai acolher no próximo dia 23 a cimeira de chefes de Estado e de Governo da organização.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Paulo Neto Leite, CEO da Groundforce.

Ministério Público acusa Groundforce de discriminação com prémios de 2017

Fotografia: Leonardo Negrão/Global Imagens

Leis laborais revistas quase sem desvios ao acordo de Concertação Social

Ursula von der Leyen foi o nome nomeado para presidir à Comissão Europeia. (REUTERS/Francois Lenoir)

Parlamento Europeu aprova Von der Leyen na presidência da Comissão

Outros conteúdos GMG
Programa de cooperação da CPLP executa mais de 10 milhões de euros