Coronavírus

Programa de emprego “à medida do Algarve” avança este mês

Fotografia: D.R.
Fotografia: D.R.

Garantia foi dada hoje no parlamento pela ministra do Trabalho. Região triplicou desemprego em maio.

A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, assegurou esta quarta-feira que ainda este mês o governo terá lançado um programa de medidas de emprego “desenhado à medida do Algarve, região onde o desemprego registado triplicou em maio, com mais de 27 mil inscritos em centros de emprego.

“É uma das regiões com uma preocupação acrescida”, reconheceu Mendes Godinho em audição com os deputados da Comissão de Trabalho e Segurança Social na qual foram discutidas as medidas adotadas pelo governo até aqui para fazer face à pandemia do novo coronavírus.

Segundo a ministra do Trabalho, haverá um plano de emprego e formação com medidas adaptadas às especificidades da região que incluirá formação profissional, apoio ao emprego e a cooperação com parceiros regionais. Ana Mendes Godinho destacou a preparação de projetos de emprego no mercado social de emprego – ou seja, em instituições do sector social.

Os dados do IEFP relativos a maio dão conta de mais de 27 mil desempregados inscritos nos centros de emprego do Algarve, num crescimento homólogo de 200%. A nível nacional, a subida foi de 34%, para cerca de 409 mil desempregados registados.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Utentes à saída de um cacilheiro da Transtejo/Soflusa proveniente de Lisboa, em Cacilhas, Almada. MÁRIO CRUZ/LUSA

Salário médio nas empresas em lay-off simplificado caiu 2%

TikTok

Microsoft estará interessada na compra da operação global do TikTok

A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho (D), ladeada pelo secretário de Esatdo dos Assuntos Parlamentares, Duarte Cordeiro (E), intervém durante a interpelação do Partido Comunista Português (PCP) ao Governo sobre a "Proteção, direitos e salários dos trabalhadores, no atual contexto económico e social", na Assembleia da República, em Lisboa, 19 de junho de 2020. MÁRIO CRUZ/LUSA

Já abriu concurso para formação profissional de 600 mil com ou sem emprego

Programa de emprego “à medida do Algarve” avança este mês