Coronavírus

Proteção Civil. “Fiquem em casa”, Porto, Lisboa e Braga estão em alerta laranja

Fotografia: Nuno André Ferreira/EPA
Fotografia: Nuno André Ferreira/EPA

“Fiquem em casa. Fiquem definitivamente em casa”. É esta a mensagem deixada pelo Comandante Nacional da Proteção Civil, Duarte Costa, no dia em que Portugal registou 2995 infetados e 43 mortos pelo novo coronavírus. Porto, Lisboa e Braga estão em alerta laranja devido ao vírus.

Em conferência de imprensa, Duarte Costa anunciou que há três distritos em alerta laranja — Porto, Lisboa e Braga — por serem “os sítios de maiores incidências dos riscos e maiores incidências dos casos”. Os restantes distritos estão em alerta amarelo.

O responsável frisou “quando digo fiquem em casa é: fiquem definitivamente em casa. Havendo menos pessoas infetadas porque ficámos em casa significa que menos portugueses ficam doentes e menos portugueses vão morrer por Covid-19“.

Nesta altura, dos 18 planos possíveis de ativar em território nacional continental, a Proteção Civil tem 10 planos ativos, nomeadamente Plano Distrital de Aveiro, Bragança, Coimbra, Faro, Guarda, Leiria, Porto, Santarém, Vila Real e Viseu. “Esta contabilidade não é final, pode modificar-se a qualquer momento. Há uma necessidade de ativar planos distritais que é avaliada a cada momento”, adiantou esta quarta-feira na conferência de imprensa.

Ontem, foi decidido ativar o Plano Nacional de Emergência e Proteção Civil, que “permite por um lado garantir o enquadramento de todas as medidas avulsas que já estávamos a tomar e que careciam de plano genérico que as enquadrasse” e também “abre hipótese de integrar outras medidas como o levantamento de grupos, quer para urgências pré-hospitalares quer para combate a incêndios… grupos que contribuam para a continuidade da prestação do socorro em Portugal”.

O Plano Nacional de Emergência e Proteção Civil será “ativado por fases” e, sendo um plano geral para emergências, vai ser adaptado para “produzir medidas para o futuro em termos de ativação e resolução de questões [específicas] que possam derivar da Covid-19”.

 

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
dbrs-1060x594

DBRS mantém rating de Portugal em ‘BBB’ e perspetiva estável

O primeiro-ministro, António Costa, intervém durante a cerimónia de assinatura de declaração de compromisso de parceria para Reforço Excecional dos Serviços Sociais e de Saúde e lançamento do programa PARES 3.0, no Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, em Lisboa, 19 de agosto de 2020. ANDRÉ KOSTERS/LUSA

“Na próxima semana podemos chegar aos 1000 casos por dia”, avisa Costa

App Stayaway covid

App Stayaway Covid perto do milhão de downloads. 46 infetados enviaram alertas

Proteção Civil. “Fiquem em casa”, Porto, Lisboa e Braga estão em alerta laranja