PSD e CDS rejeitam votação nominal do Orçamento

As bancadas do PSD e do CDS-PP rejeitaram hoje um requerimento do grupo parlamentar do PCP para a votação nominal do Orçamento do Estado para 2013, que teve os votos favoráveis das restantes bancadas.

A votação nominal implica a chamada dos deputados, segundo a ordem alfabética, segundo o regimento da Assembleia da República.

O requerimento foi apresentado pelo líder parlamentar do PCP, Bernardino Soares, no início dos trabalhos do segundo dia de debate do Orçamento do Estado na generalidade.

“É uma votação da maior importância, das mais importantes que o Parlamento faz e em que a responsabilidade de cada grupo parlamentar e de cada deputado individualmente é enorme”, justificou Bernardino Soares.

Pelo menos um deputado da bancada do CDS-PP – o deputado eleito pela Madeira – deverá quebrar a disciplina de voto e votar contra a proposta de Orçamento do Estado, que será votada hoje, no final da discussão.

O líder da bancada parlamentar do CDS-PP, Nuno Magalhães, acusou o líder parlamentar do PCP de tentar, com a iniciativa, “protelar os trabalhos” recorrendo a “expedientes”, interpretação rejeitada pelo deputado comunista.

“Assumiremos como sempre assumimos, mas não podemos, em nome do valor do regular funcionamento das instituições democráticas, estar a entrar em expedientes”, criticou Magalhães.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
A administradora delegada da Media Capital, Rosa Cullell (E), acomapnhada pelo CEO da Altice Media, Alain Weill (2-E), do CEO do Grupo Altice, Michel Combes (2-D), e do Chairman e CEO da Portugal Telecom, Paulo Neves (D), fala durante uma conferência de imprensa sobre a compra da Altice sobre o grupo Media Capital,. Fotografia: ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

Compra da TVI pelo Meo pode “criar entraves significativos à concorrência”

Foto: ANDRÉ KOSTERS / LUSA

Financial Times destaca “sucesso socialista” na recuperação de Portugal

Cristina Casalinho, presidente do IGCP. Fotografia: Diana Quintela/Global Imagens

Casalinho quer alongar pagamento da dívida para evitar picos de reembolsos

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
PSD e CDS rejeitam votação nominal do Orçamento