pensões

Quase 15 mil pensões antecipadas sob regime das muito longas carreiras

Fotografia: Bruno Simões Castanheira
Fotografia: Bruno Simões Castanheira

Do total de reformas antecipadas aprovadas ao abrigo deste regime, 11.435 (ou 77,9%) já têm decisão final e estão em pagamento.

A Segurança Social deferiu 14.673 pedidos de reforma antecipada ao abrigo do regime das muito longas carreiras contributivas que permite a pensão sem corte do fator de sustentabilidade, anunciou esta quarta-feira o ministro do Trabalho, Vieira da Silva no parlamento.

Do total de reformas antecipadas aprovadas ao abrigo deste regime, 11.435 (ou 77,9%) já têm decisão final e estão em pagamento, revela o documento entregue pelo ministro aos deputados da comissão parlamentar de Trabalho e Segurança Social, onde está a ser ouvido.

Segundo acrescentou o ministro, a idade média destes pensionistas é de cerca de 61,5 anos, sendo que o valor médio da reforma ronda os 780 euros.

O novo regime das muito longas carreiras contributivas entrou em vigor em outubro de 2017, eliminando o corte do fator de sustentabilidade (14,5%) para quem tenha 60 anos ou mais de idade e começou aos 14 anos ou menos a fazer descontos e que tenha pelo menos 46 anos de contribuições ou para quem tenha pelo menos 60 anos de idade e 48 de descontos.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(PAULO CUNHA/LUSA)

Costa espera ser primeiro-ministro 12 anos e dar início à regionalização

O novo primeiro-ministro, António Costa. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

OE2020: Costa anuncia reforço de incentivos ao arrendamento acessível

Alexandra Leitão, ministra da Administração Pública. Fotografia: António Pedro Santos/Lusa

Funcionários mais antigos podem perder dias de férias com baixas prolongadas

Outros conteúdos GMG
Quase 15 mil pensões antecipadas sob regime das muito longas carreiras