pensões

Quase 15 mil pensões antecipadas sob regime das muito longas carreiras

Fotografia: Bruno Simões Castanheira
Fotografia: Bruno Simões Castanheira

Do total de reformas antecipadas aprovadas ao abrigo deste regime, 11.435 (ou 77,9%) já têm decisão final e estão em pagamento.

A Segurança Social deferiu 14.673 pedidos de reforma antecipada ao abrigo do regime das muito longas carreiras contributivas que permite a pensão sem corte do fator de sustentabilidade, anunciou esta quarta-feira o ministro do Trabalho, Vieira da Silva no parlamento.

Do total de reformas antecipadas aprovadas ao abrigo deste regime, 11.435 (ou 77,9%) já têm decisão final e estão em pagamento, revela o documento entregue pelo ministro aos deputados da comissão parlamentar de Trabalho e Segurança Social, onde está a ser ouvido.

Segundo acrescentou o ministro, a idade média destes pensionistas é de cerca de 61,5 anos, sendo que o valor médio da reforma ronda os 780 euros.

O novo regime das muito longas carreiras contributivas entrou em vigor em outubro de 2017, eliminando o corte do fator de sustentabilidade (14,5%) para quem tenha 60 anos ou mais de idade e começou aos 14 anos ou menos a fazer descontos e que tenha pelo menos 46 anos de contribuições ou para quem tenha pelo menos 60 anos de idade e 48 de descontos.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(Tony Dias/Global Imagens)

Consumo dispara e bate subida de rendimentos

Hotéis de Lisboa esgotaram

“Grandes” eventos impulsionaram aumento dos preços na hotelaria em junho

Catarina Martins, Bloco de Esquerda

Catarina Martins diz que “Ryanair não pode ter um estatuto de impunidade”

Outros conteúdos GMG
Quase 15 mil pensões antecipadas sob regime das muito longas carreiras