“Que se lixe a troika” promete: Perseguições ao Governo continuam até dia 2 de março

Miguel Relvas
Miguel Relvas

Primeiro, Passos Coelho foi interrompido no Parlamento por “Grândola, Vila Morena”. Segunda-feira a sorte calhou a Miguel Relvas, num debate do Clube dos Pensadores, em Gaia. Menos de 24 horas depois, novos protestos impediram o ministro de discursar no ISCTE. A iniciativa é do movimento “Que se lixe a troika” e vai continuar até à manifestação de 2 de março.

Veja o momento em que Passos Coelho foi interrompido no Parlamento

“Cada vez que um português encontre um ministro, um secretário de Estado ou um banqueiro na rua, cante-lhe a Grândola”. É este o pedido de Paulo Raposo, do movimento “Que se lixe a troika”, divulgado na edição de hoje do jornal i.

A música de Zeca Afonso tem sido utilizada por este movimento como forma de protesto contra a troika, nomeadamente através da interrupção de discursos de ministros, com o objetivo de relembrar “aquilo de que a troika se esqueceu: os valores da igualdade, de liberdade e de fraternidade” afirma Paulo Raposo.

Pelo menos até ao dia da manifestação, marcada para sábado, 2 de março, os cânticos vão continuar. Quando, o movimento não quer revelar, pois “o segredo é a alma do protesto”, mas sabe-se que o lema da manifestação será “o povo é quem mais ordena” e que a 2 de março, pelas 19h00, “Grândola, Vila Morena” irá ecoar pelas ruas das principais cidades do país.

A previsão de Paulo Raposo é que se dê início a uma forma de protesto que ultrapasse as fronteiras portuguesas, com os versos da canção a “ecoar no coração da Europa”, à semelhança do que aconteceu em Madrid, no último sábado.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
The World Economic Forum, Davos
Fabrice COFFRINI/AFP

Líderes rumam a Davos para debater a nova desordem mundial

Mário Centeno

Privados pedem ao Estado 1,4 mil milhões de euros em indemnizações

Luis Cabral, economista.
(Leonardo Negrão / Global Imagens)

Luís Cabral: “Pobreza já não é só ganhar 2 dólares/dia”

“Que se lixe a troika” promete: Perseguições ao Governo continuam até dia 2 de março