Queda da atividade económica abranda pela primeira vez desde 2010

Passos Coelho
Passos Coelho

A atividade económica melhorou pela primeira
vez desde setembro de 2010, revelou hoje o Instituto Nacional de
Estatística (INE).

O indicador de
atividade económica atingiu em maio -2,4%, uma décima mais acima
dos -2,5% registados no mês anterior. Desde setembro de 2010 que o
indicador de atividade mantinha um um tendência negativa.

“O indicador de atividade económica aumentou de forma ténue
em junho, suspendendo o acentuado perfil negativo apresentado desde
setembro de 2010”, revela o documento do INE.

Os indicadores de actividade económica estão a apontar para um
abrandamento da queda da economia. Recentemente, também os
indicadores de conjuntura do Banco de Portugal apontaram para
um abrandamento da queda da actividade económica.

O indicador de atividade é calculado a partir de dados
quantitativos (como por exemplo o consumo de energia, a oferta de
emprego ou a produção da indústria transformadora).

O INE regista “diminuições da atividade económica na
indústria, nos serviços e na construção e obras públicas”.

O INE recordou a evolução do produto interno bruto (PIB) cujos
dados do segundo trimestre revelaram uma contracção, com uma queda
de 3,3%, a maior desde o segundo trimestre de 2009.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O ensino profissional é uma das áreas em que Portugal se posiciona pior na tabela do IMD World Talent Ranking 2019. Fotografia: Miguel Pereira/Global Imagens

Portugal é 23º no ranking mundial de talento. Caiu seis posições

O ensino profissional é uma das áreas em que Portugal se posiciona pior na tabela do IMD World Talent Ranking 2019. Fotografia: Miguel Pereira/Global Imagens

Portugal é 23º no ranking mundial de talento. Caiu seis posições

Foto: D.R.

TAP soma prejuízos de 111 milhões até setembro. E vai contratar mais 800 pessoas

Outros conteúdos GMG
Queda da atividade económica abranda pela primeira vez desde 2010