Turismo

Receitas turísticas crescem quase 9% em junho para mais de 1,5 mil milhões

(Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)
(Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Secretária de Estado do Turismo sublinha que o turismo “continua a crescer em valor, de uma forma diversificada em termos de procura turística”.

As receitas do turismo cresceram, em junho, 8,8% face a igual mês de 2018, e ultrapassaram 1,5 mil milhões de euros, divulgou hoje o Governo, citando dados do Banco de Portugal.

Segundo o comunicado do gabinete do ministro Adjunto e da Economia, a evolução verificada em junho significa um aumento de cerca de 126 milhões de euros neste indicador.

Sobre este desempenho do setor, e citada no comunicado, a secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, sublinha que o turismo “continua a crescer em valor, de uma forma diversificada em termos de procura turística”.

Segundo o comunicado, crescimento das receitas, no mês em causa, traduz a cada vez maior diversificação de mercados que procuram Portugal enquanto destino turístico.

Entre os mercados que mais cresceram, estão os Estados Unidos, com uma subida de 26,9%, seguindo-se Espanha (mais 17,2%) e o Brasil (com um aumento de 16,7%).

“É importante continuarmos este trabalho junto destes mercados emissores, promovendo um turismo sustentável e de futuro”, destaca ainda Ana Mendes Godinho.

Numa análise ao primeiro semestre do ano, e com base nos mesmos dados, a tutela afirma que as receitas turísticas ascenderam a 7,3 mil milhões de euros, o que traduz um aumento de 6,5% (uma evolução de quase 450 milhões de euros) face ao mesmo período em 2018.

Para este desempenho do turismo, nos primeiros seis meses do ano, há que contar com o contributo dos mercados Estados Unidos, Itália, Brasil e Espanha, que registaram crescimentos a dois dígitos.

A mesma nota refere ainda que o saldo da balança turística cresceu 8,7% em junho e situou-se em 1,1 mil milhões de euros.

No acumulado do semestre contabiliza-se uma subida de 4,6% para 4,8 mil milhões de euros.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Lisboa. MÁRIO CRUZ/LUSA

Défice externo até julho agrava-se para 1633 milhões de euros

Lisboa. MÁRIO CRUZ/LUSA

Défice externo até julho agrava-se para 1633 milhões de euros

EDP. (REUTERS/Eloy Alonso)

Concorrência condena EDP Produção a multa de 48 milhões

Outros conteúdos GMG
Receitas turísticas crescem quase 9% em junho para mais de 1,5 mil milhões