Coronavírus

Regiões de Lisboa e Porto com teletrabalho e horários desfasados

Utentes à saída de um cacilheiro da Transtejo/Soflusa proveninete de Lisboaa Cacilhas, em Cacilhas, Almada, 20 de maio de 2020. O transporte rodoviário foi reforçado com a entrada do segunda fase do desconfinamento devido à pandemia da covid-19, apesar disso as carreiras continuam com poucas pessoas o que contrasta com a grande utilização dos transportes fluviais da Transtejo/Soflusa. (ACOMPANHA TEXTO). MÁRIO CRUZ/LUSA
Utentes à saída de um cacilheiro da Transtejo/Soflusa proveninete de Lisboaa Cacilhas, em Cacilhas, Almada, 20 de maio de 2020. O transporte rodoviário foi reforçado com a entrada do segunda fase do desconfinamento devido à pandemia da covid-19, apesar disso as carreiras continuam com poucas pessoas o que contrasta com a grande utilização dos transportes fluviais da Transtejo/Soflusa. (ACOMPANHA TEXTO). MÁRIO CRUZ/LUSA

O Governo aprovou novas medidas preventivas, passando todo o país para a situação de contingência a partir de 15 de setembro.

As regiões de Lisboa e do Porto vão ter regras mais apertadas a partir do dia 15 de setembro com a passagem à situação de contingência em todo o país.

A modalidade do teletrabalho vai manter-se quando possível e os horários de trabalho passarão a ser desfasados para evitar ajuntamentos, em especial nos momentos de refeição.

“Vamos manter para as Áreas Metropolitanas de Lisboa e do Porto as medidas previstas para o teletrabalho”, começou por indicar o primeiro-ministro no final do Conselho de Ministros.

“Aprovámos, na generalidade para consulta com os parceiros sociais, um conjunto de medidas que visam a organização do trabalho em espelho, para que rotativamente as pessoas possam estar em teletrabalho e ausentes e/ou em trabalho presencial”, acrescentou António Costa depois da reunião do Governo que aprovou a passagem do país a situação de contingência a partir do dia 15 de setembro.

“Assegurar o desfasamento horário quer das entradas e das saídas quer o desfasamento horário das pausas e das refeições”, indicou António Costa, recordando que nos primeiros surtos o momento de contágio era sobretudo o momento das pausas para refeições.

Também para os transportes públicos, o Governo pretende “reduzir ao máximo os movimentos pendulares”.

O objetivo, sublinhou o primeiro-ministro, é “manter a pandemia controlada de forma a criar condições para a recuperação económica e social do país.”

Notícia atualizada às 14h28

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Restaurante de praia 
 Maré at Pine Cliffs 
(Maria João Gala /Global Imagens)

Pandemia faz disparar desemprego, mas verão alivia alguns setores

(JOSÉ COELHO/LUSA)

Cadeias de retalho contra desfasamento de horários. Aguardam publicação da lei

hipermercadocontinente-10-512c7deb70a7ca55484e2abb8c98e447c8dae639

Banco de Horas.Depois do não adiamento, Continente e Fnac avançam para referendo

Regiões de Lisboa e Porto com teletrabalho e horários desfasados