Regresso às aulas. Estas são as dicas de poupança para os pais

Sejam os pais ou os próprios filhos, todos podem ajudar a poupar neste novo regresso às aulas.

Setembro é um mês de grandes despesas para aqueles que têm estudantes a seu encargo. Um planeamento correto pode ser o passo necessário para ajustar alguns gastos adicionais que possam ter acontecido em férias e não comprometer o orçamento familiar até ao fim do ano, defende o Doutor Finanças.

A empresa especializada em finanças pessoais e familiares destaca a importância de analisar e planear a sua situação financeira, tendo em conta uma máxima: saber onde e como podemos poupar dinheiro, ou seja, saber priorizar quais os gastos que são realmente essenciais para mais um regresso às aulas, tendo em conta todos os outros compromissos financeiros já existentes no dia-a-dia das famílias.

"Um planeamento das finanças vai permitir traçar um plano de poupança, para que este possa ser aplicado inclusivamente nas férias do ano seguinte. Aconselhamos que se comece por organizar os recibos e as faturas, havendo ainda a possibilidade de se aceder a aplicações móveis, que permitem centralizar toda a informação bancária, os gastos, a poupança, definir metas de poupança e criar orçamentos", comenta Rui Bairrada, CEO do Doutor Finanças.

Sejam os pais ou os próprios filhos, todos podem ajudar a poupar neste novo regresso às aulas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de