Alojamento local

Reguengos de Monsaraz vê duplicar número de unidades de alojamento local

Fotografia: Artur Machado/Global Imagens.
Fotografia: Artur Machado/Global Imagens.

O número de alojamentos locais em Reguengos de Monsaraz atingiu um total de 74 unidades.

O número de alojamentos locais duplicou em Reguengos de Monsaraz (Évora), no último ano e meio, e o concelho regista já um total de 74 unidades dessa tipologia, divulgou hoje a autarquia.

Segundo o município alentejano, desde o início de 2017, foram registados no Turismo de Portugal 40 alojamentos locais, o que totaliza 74 unidades no concelho, sendo que o mais recente abriu no último domingo. No global, o concelho tem, agora, capacidade para alojar 1.149 turistas: 637 pessoas nos alojamentos locais e 512 nos 20 empreendimentos turísticos locais.

A abertura da praia fluvial de Monsaraz, mediante o aproveitamento da albufeira do Alqueva, em junho do ano passado, provocou, segundo a autarquia, um “impacto considerável” nas unidades de turismo.

O município assinalou que as unidades de alojamento destinadas aos turistas “estiveram quase sempre lotadas durante o verão e, pela primeira vez, receberam um número significativo de reservas para uma semana completa”.

Detentora de Bandeira Azul, Bandeira de Praia Acessível e classificação como Praia Saudável, a praia fluvial junto à vila medieval de Monsaraz está dimensionada para acolher mais de mil banhistas em simultâneo. Ao seu dispor, indicou a autarquia, os turistas têm 150 metros de frente de praia, assim como diversas atividades, como observação de aves, passeios de barco ou ski no Alqueva, entre outras.

Em 2017, lembrou o município, foram registados cerca de 100 mil turistas no concelho de Reguengos de Monsaraz, o que representou um aumento de 12,4%, face a 2016.

A vila medieval de Monsaraz, o Centro Oleiro de S. Pedro do Corval, considerado o maior do país e que conta com 22 olarias em atividade, os enoturismos, os monumentos megalíticos como o Cromeleque do Xerez e o Menir do Outeiro, o Observatório do Lago Alqueva e a Fábrica Alentejana de Lanifícios, que produz mantas típicas, são outros atrativos do concelho.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
(Rui Oliveira / Global Imagens)

Marcas aceleram nas promoções para tirar travão nas vendas

Fotografia: Gonçalo Delgado/Global Imagens

Resposta à pandemia traz riscos de má gestão e corrupção do dinheiro público

Restauração recuperou volume de negócios

CIP: 61% das empresas ainda não recebeu financiamento

Reguengos de Monsaraz vê duplicar número de unidades de alojamento local