Banco de Portugal

Remessas de emigrantes ultrapassaram os mil milhões de euros até maio

Patamar de segurança abrange maioria
Patamar de segurança abrange maioria

As remessas dos emigrantes cresceram 17,7% nos primeiros cinco meses deste ano face ao período homólogo de 2011, atingindo os 1.049,3 milhões de euros, revelam dados divulgados hoje pelo Banco de Portugal.

O país de onde chega mais dinheiro é a França, com 343,9 milhões de euros nos primeiros cinco meses do ano, seguido da Suíça, com 239,7 milhões.

A Alemanha (70,9 milhões), os Estados Unidos (56 milhões) e a Espanha (50,2 milhões) completam os primeiros cinco lugares.

Do Reino Unido chegaram 48,3 milhões de euros, do Luxemburgo 29,3 milhões, do Canadá 18,2 milhões, da Venezuela 5,8 milhões e do Brasil 4,3 milhões.

Os restantes países enviaram em conjunto 119,3 milhões de euros.

Nos primeiros cinco meses deste ano, os depósitos feitos por emigrantes em bancos portugueses caíram 8,9%, passando de 37,3 milhões de euros de janeiro a maio de 2011 para 34 milhões no mesmo período de 2012.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O ministro das Finanças, Mário Centeno, intervém durante a  conferência "Para onde vai a Europa?", na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, 22 de março de 2019. MÁRIO CRUZ/LUSA

Próximo governo vai carregar mais 8 mil milhões em dívida face ao previsto

O ministro das Finanças, Mário Centeno, intervém durante a  conferência "Para onde vai a Europa?", na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, 22 de março de 2019. MÁRIO CRUZ/LUSA

Próximo governo vai carregar mais 8 mil milhões em dívida face ao previsto

Os postos de combustíveis no país estão a ser abastecidos com a máxima urgência. Fotografia: JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

Motoristas asseguram combustível na Páscoa

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Remessas de emigrantes ultrapassaram os mil milhões de euros até maio