Habitação

Rendas levam metade do rendimento na Grande Lisboa

(Joao Silva/ Global Imagens)
(Joao Silva/ Global Imagens)

Estudo revela que taxa de esforço das famílias para arrendar casa na Grande Lisboa chega aos 67%,

Arrendar uma casa na Grande Lisboa leva 46% do rendimento médio das famílias. O limite máximo da taxa de esforço a que devem ser submetidas as famílias para pagarem a sua habitação (35%) é ultrapassado, no mercado do arrendamento, em 11 dos 18 concelhos da Área Metropolitana de Lisboa (AML). Os dados são do estudo “Tendências recentes de segregação habitacional na área metropolitana de Lisboa”, realizado pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, na Universidade Nova de Lisboa, que analisa o período entre 2016 e 2018, adianta o Público.

Na cidade de Lisboa, a taxa de esforço das famílias no que toca às rendas era de 67% no final de 2018. Relativamente à compra de casa, a taxa de esforço era de 58%.

No período em análise, o valor do metro quadrado na capital teve um aumento absoluto de 1135 euros (60,5%).

O estudo alerta que a tendência pode dar origem a “configurações metropolitanas distintas, com uma fragmentação e segregação nas cidades que ficam impedidas de fazer a renovação geracional e de diversidade que lhe são fundamentais”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O ensino profissional é uma das áreas em que Portugal se posiciona pior na tabela do IMD World Talent Ranking 2019. Fotografia: Miguel Pereira/Global Imagens

Portugal é 23º no ranking mundial de talento. Caiu seis posições

O ensino profissional é uma das áreas em que Portugal se posiciona pior na tabela do IMD World Talent Ranking 2019. Fotografia: Miguel Pereira/Global Imagens

Portugal é 23º no ranking mundial de talento. Caiu seis posições

NUNO VEIGA / LUSA

Governo apresentou queixa contra 21 pedreiras em incumprimento

Outros conteúdos GMG
Rendas levam metade do rendimento na Grande Lisboa