INE

Rendimentos em Oeiras são quatro mil euros mais altos do que no resto do país

Fotografia: Vitor Oliveira/Portuguese Eyes
Fotografia: Vitor Oliveira/Portuguese Eyes

Dados divulgados esta quarta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística revelam que o rendimento mediano dos portugueses foi de 8687 euros em 2017.

É no município de Oeiras que estão os rendimentos medianos mais elevados do país. Segundo os dados publicados esta quarta-feira pelo INE relativos aos rendimentos declarados no IRS em 2017, os portugueses declararam em média 8 687 euros nesse ano.

Há 64 municípios onde os rendimentos estão acima da média. Com ganhos acima dos dez mil euros destacam-se Oeiras, Lisboa, Cascais, Entroncamento, Alcochete, Coimbra, Almada, Porto, Vila Franca de Xira, Évora, Seixal, Aveiro, Marinha Grande, Odivelas e Setúbal.

Oeiras surge no topo da tabela, com um rendimento mediano de 12 935 euros por pessoa, mais 4248 euros face ao valor mediano nacional. No município de Lisboa o valor mediano dos rendimentos por pessoa é de 11 212 euros.

Todos os municípios da Área Metropolitana de Lisboa (AML) registam valores superiores ao montante de referência nacional. Abaixo de Oeiras e Lisboa surge o município de Cascais, onde o rendimento mediano em 2017 foi de 11 130 euros.

Na AML o valor mediano declarado no IRS foi de 10 397 euros. Nos municípios de Amadora, Barreiro, Loures, Mafra, Moita, Montijo, Palmela, Sesimbra e Sintra o valor registado é inferior a dez mil euros.

A nível regional, o destaque vai para as sub-regiões de Leiria, Coimbra, Alentejo Central e Aveiro, onde se registaram os rendimentos medianos mais elevados e superiores à referência nacional, próximos dos nove mil euros anuais.

No extremo oposto da tabela estão as sub-regiões do Alto Tâmega e do Tâmega e Sousa, onde o valor mediano dos rendimentos anuais não chega a sete mil euros.

Segundo o INE, as maiores desigualdades ao nível da distribuição de rendimentos estão nas regiões dos Açores, Área Metropolitana de Lisboa, Douro, Alto Tâmega e Terras de Trás-os-Montes.

Esta é a primeira vez que o INE publica estatísticas do rendimento ao nível local, tendo por base os “dados fiscais anonimizados da Autoridade Tributária e Aduaneira” relativos às declarações de IRS de 2017.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
lisboa casas turismo salarios portugal

Turismo em crise já pensa no day after

Segurança Social Direta

Formulários para apoios a recibos verdes ficam disponíveis segunda-feira

Mário Centeno, Ministro das Finanças.
Fotografia: Francois Lenoir/Reuters

Folga rara. Custo médio do petróleo está 10% abaixo do previsto no Orçamento

Rendimentos em Oeiras são quatro mil euros mais altos do que no resto do país