INE

Rendimentos em Oeiras são quatro mil euros mais altos do que no resto do país

Fotografia: Vitor Oliveira/Portuguese Eyes
Fotografia: Vitor Oliveira/Portuguese Eyes

Dados divulgados esta quarta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística revelam que o rendimento mediano dos portugueses foi de 8687 euros em 2017.

É no município de Oeiras que estão os rendimentos medianos mais elevados do país. Segundo os dados publicados esta quarta-feira pelo INE relativos aos rendimentos declarados no IRS em 2017, os portugueses declararam em média 8 687 euros nesse ano.

Há 64 municípios onde os rendimentos estão acima da média. Com ganhos acima dos dez mil euros destacam-se Oeiras, Lisboa, Cascais, Entroncamento, Alcochete, Coimbra, Almada, Porto, Vila Franca de Xira, Évora, Seixal, Aveiro, Marinha Grande, Odivelas e Setúbal.

Oeiras surge no topo da tabela, com um rendimento mediano de 12 935 euros por pessoa, mais 4248 euros face ao valor mediano nacional. No município de Lisboa o valor mediano dos rendimentos por pessoa é de 11 212 euros.

Todos os municípios da Área Metropolitana de Lisboa (AML) registam valores superiores ao montante de referência nacional. Abaixo de Oeiras e Lisboa surge o município de Cascais, onde o rendimento mediano em 2017 foi de 11 130 euros.

Na AML o valor mediano declarado no IRS foi de 10 397 euros. Nos municípios de Amadora, Barreiro, Loures, Mafra, Moita, Montijo, Palmela, Sesimbra e Sintra o valor registado é inferior a dez mil euros.

A nível regional, o destaque vai para as sub-regiões de Leiria, Coimbra, Alentejo Central e Aveiro, onde se registaram os rendimentos medianos mais elevados e superiores à referência nacional, próximos dos nove mil euros anuais.

No extremo oposto da tabela estão as sub-regiões do Alto Tâmega e do Tâmega e Sousa, onde o valor mediano dos rendimentos anuais não chega a sete mil euros.

Segundo o INE, as maiores desigualdades ao nível da distribuição de rendimentos estão nas regiões dos Açores, Área Metropolitana de Lisboa, Douro, Alto Tâmega e Terras de Trás-os-Montes.

Esta é a primeira vez que o INE publica estatísticas do rendimento ao nível local, tendo por base os “dados fiscais anonimizados da Autoridade Tributária e Aduaneira” relativos às declarações de IRS de 2017.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Lisboa Fotografia: Rodrigo Cabrita / Global Imagens

Medidas do Banco de Portugal para travar riscos no imobiliário são “adequadas”

Lisboa Fotografia: Rodrigo Cabrita / Global Imagens

Medidas do Banco de Portugal para travar riscos no imobiliário são “adequadas”

O ministro das Finanças, Mário Centeno. Fotografia: José Sena Goulão/Lusa

Centeno: Dados económicos de 2017 e 2018 traduzem “pequena revolução”

Outros conteúdos GMG
Rendimentos em Oeiras são quatro mil euros mais altos do que no resto do país