livros

Reutilize: Conheça os bancos de trocas

Há vários locais onde se trocam livros
Há vários locais onde se trocam livros

Aproxima-se o regresso às aulas, por isso vale a pena estar a par das muitas campanhas, de âmbito nacional, de reutilização de livros escolares. A troca de livros está na moda e ajuda várias famílias de forma gratuita.

O Movimento pela Reutilização dos Livros escolares promove a criação e divulgação de bancos de recolha e troca gratuita de livros em todo o país, e começou com o professor Henrique Trigueiros Cunha em agosto de 2011. A recolha de livros acontece durante todo ano e já conta com 80 bancos de recolha. Conheça este projeto através da página no Facebook.

À semelhança da iniciativa de Henrique, o projeto De mão em mão, promovido pelas Bibliotecas Municipais do concelho de Oeiras que recolhem durante todo o ano livros escolares usados, datados a partir de 2009, para que sejam reutilizados por novos alunos. Os manuais são disponibilizados ao público pelas bibliotecas municipais de Oeiras, Algés e Carnaxide. É possível fazer-se uma consulta prévia aos livros disponíveis no catálogo online que pode aceder aqui.

Os livros devem ser devolvidos no máximo até ao fim do ano lectivo em que foram solicitados (veja mais informações sobre o projeto).

A escola secundária de Viriato, em Viseu, desenvolveu o projeto de doação e troca de manuais escolares usados Livros Partilhados, que tem o objetivo de potenciar a recuperação de manuais escolares dos vários níveis de ensino, do 7º ao 12º ano de escolaridade. Alguns livros podem ser encaminhados para instituições que habitualmente recolhem manuais escolares para enviar para outros países de língua oficial portuguesa.

A recolha acontece ao longo do ano e a lista dos manuais disponíveis pode ser consultada na página da escola na Internet. Têm acesso aos manuais disponíveis todos os alunos que aderirem ao projeto (veja aqui).

O projeto Bem-me-quer é um dos bancos que se associou ao Movimento pela reutilização dos livros escolares. O projeto teve início em setembro de 2011 e propaga-se durante todo o ano. É uma iniciativa independente, que pretende recolher livros na capital – Restaurante Bem-me-quer; Av. Almirantes Reis, 152.

O banco funciona de segunda a sexta das 15 às 19h e estará encerrado de 18 de Agosto a 2 de Setembro (veja aqui).

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Carlos Costa, governador do Banco de Portugal.
(Ângelo Lucasl / Global Imagens )

Costa pede mais reformas a Costa

Illu - Site-02

Viagens ao espaço deixam turismo com a cabeça na Lua

Illu - Site-02

Viagens ao espaço deixam turismo com a cabeça na Lua

Outros conteúdos GMG
Reutilize: Conheça os bancos de trocas