Euro 2016

Ronaldo acusa islandeses de “mentalidade pequena”

A seleção de futebol de Portugal defrontou a Islândia. Cristiano Ronaldo e Birkir Bjarnason, o jogador que marcou o golo do empate. Fotografia: Gerardo Santos/Global Imagens
A seleção de futebol de Portugal defrontou a Islândia. Cristiano Ronaldo e Birkir Bjarnason, o jogador que marcou o golo do empate. Fotografia: Gerardo Santos/Global Imagens

As declarações de Ronaldo, no final do jogo com a Islândia, incendiaram as redes sociais.

A imprensa internacional deram a notícia às críticas do capitão da Seleção Nacional, Cristiano Ronaldo, sobre a falta de ambição da Islândia, após o jogo desta terça-feira, que resultou num empate 1-1. E as redes sociais pegaram fogo.

Segundo a BBC, a estrela do Real Madrid também se recusou a apertar a mão aos jogadores da Islândia, após a partida no estádio de Saint-Etienne.

“Cheguei a pensar que eles [os islandeses] tinham ganho o Euro 2016, tal foi a maneira como comemoraram no final do jogo”, disse Ronaldo, citado pela cadeia de televisão britânica.

Segundo a BBC, Ronaldo disse mais: “Foi inacreditável. Nós tentamos o mais difícil, ganhar o jogo, e a Islândia não tentou nada. Isso, na minha opinião, mostra uma mentalidade pequena e que eles não vão fazer nada nesta competição.”

Ronaldo, que representou, esta terça-feira, Portugal pela 127ª vez, disse ainda que a noite tinha sido de sorte para os seus adversários.

Portugal teve 72% da posse de bola e fez 26 remates à baliza da Islândia. No final da primeira parte do jogo, saiu com um golo de vantagem, mas no segundo tempo, os islandeses conseguiram o golo do empate.

“Portugal tentou jogar futebol e ganhar o jogo”, disse Ronaldo. Já a Islândia, não fez nada a não ser defender, defender, defender e jogar no contra-ataque.”

As declarações de Ronaldo incendiaram as redes sociais.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
7º aniversário do Dinheiro Vivo: Conferência - Sucesso Made in Portugal. 
Pedro Siza Vieira, Ministro da Economia
(Diana Quintela/ Global Imagens)

Made from Portugal: desafio para os próximos 7 anos

Lisboa, 11/12/2018 - 7º aniversário do Dinheiro Vivo : Conferência - Sucesso Made in Portugal, esta manhã a decorrer no Centro Cultural de Belém.
Rosália Amorim, Directora do Dinheiro Vivo; Antonoaldo Neves, CEO da TAP; João Carreira, Co-fundador e Chairman da Critical Software; Paulo Pereira da Silva, CEO da Renova; João Miranda, CEO da Frulact; Rafic Daud, Co-fundador e CEO da Undandy; Helder Dias, VP of Engeneering da Farfetch 
(Diana Quintela/ Global Imagens)

Um unicórnio na China, papel higiénico sexy e patê de algas

Dinheiro Vivo | Altran | ISQ

A luta pelo talento, frangos felizes e alfaces em Marte

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Ronaldo acusa islandeses de “mentalidade pequena”