PSD

Rui Rio: “Não participei nem participaria em golpes palacianos”

O presidente do Partido Social Democrata, Rui Rio. JOSÉ COELHO/LUSA
O presidente do Partido Social Democrata, Rui Rio. JOSÉ COELHO/LUSA

Líder do PSD diz estar na vida pública para colocar "o interesse de Portugal acima dos demais" e convocou Conselho Nacional extraordinário.

Rui Rio disse este sábado que nunca participou “nem participaria em golpes palacianos ou tentativas de enfraquecimento” do PSD e insistiu que nunca enganou ninguém quanto aos seus objetivos e projeto para o partido.

Num ataque cerrado a Luís Montenegro, que o desafiou a realizar eleições internas, o presidente do PSD disse ter requerido uma reunião extraordinária do Conselho Nacional do partido para analisar e votar uma moção de confiança.

Leia mais no DN.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Emmanuel Macron, Pedro Sanchez, Angela Merkel, Donald Tusk, Jair Bolsonaro e Mauricio no G20 de Osaka, Japão, 29 de junho de 2019. Fotografia: REUTERS/Jorge Silva

Vírus da guerra comercial já contamina acordo entre Europa e Mercosul

Fotografia: Armando Babani/ EPA.

Sindicato do pessoal de voo lamenta “não atuação do Governo” na Ryanair

O presidente da China, Xi Jinping, fez uma visita de Estado a Portugal no final de 2018. Fotografia: Filipe Amorim/Global Imagens

Angola e China arrastam exportações portuguesas. Alemanha e Itália ainda não

Outros conteúdos GMG
Rui Rio: “Não participei nem participaria em golpes palacianos”