PSD

Rui Rio: “Não participei nem participaria em golpes palacianos”

O presidente do Partido Social Democrata, Rui Rio. JOSÉ COELHO/LUSA
O presidente do Partido Social Democrata, Rui Rio. JOSÉ COELHO/LUSA

Líder do PSD diz estar na vida pública para colocar "o interesse de Portugal acima dos demais" e convocou Conselho Nacional extraordinário.

Rui Rio disse este sábado que nunca participou “nem participaria em golpes palacianos ou tentativas de enfraquecimento” do PSD e insistiu que nunca enganou ninguém quanto aos seus objetivos e projeto para o partido.

Num ataque cerrado a Luís Montenegro, que o desafiou a realizar eleições internas, o presidente do PSD disse ter requerido uma reunião extraordinária do Conselho Nacional do partido para analisar e votar uma moção de confiança.

Leia mais no DN.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho (MIGUEL A. LOPES/LUSA)

Segurança Social pagou até hoje 992 milhões em apoios

O primeiro ministro, António Costa.  Manuel de Almeida / LUSA

Costa defende que países da União Europeia devem sair da crise “todos juntos”

Ministro de Estado, da Economia e Transição Digital, Pedro Siza Vieira. TIAGO PETINGA/LUSA

Governo quer manter apoios às empresas para evitar mais miséria e desemprego

Rui Rio: “Não participei nem participaria em golpes palacianos”