Eurogrupo

Rui Rio. Centeno a liderar Eurogrupo também é mérito do PSD-CDS

Rui Rio. Fotografia: Filipe Amorim / Global Imagens
Rui Rio. Fotografia: Filipe Amorim / Global Imagens

"Mérito tem de ser repartido pelo Governo anterior, por tudo aquilo que fez", mas "é uma excelente notícia", diz o candidato à liderança do PSD.

O candidato à liderança do PSD Rui Rio disse este sábado que, se Mário Centeno conseguir ser eleito líder do Eurogrupo, será uma “excelente notícia” e o mérito terá de ser repartido entre o anterior governo do PSD-CDS e o atual.

O mérito tem de ser repartido pelos dois governos. Tem de ser repartido pelo Governo anterior, por tudo aquilo que fez, e tem de ser repartido pelo Governo atual por tudo aquilo que também fez e, portanto, eu acho que para Portugal é uma excelente notícia”, disse Rui Rio aos jornalistas, à margem de uma sessão com militantes do PSD em Fátima, distrito de Santarém.

Embora considerando que o cargo de líder do Eurogrupo não é “absolutamente determinante”, Rui Rio considerou que é um cargo “que pode ter alguma influência sobre aquilo que podem ser as políticas europeias”.

“E, portanto, Portugal e os países do Sul ganham com isso e esperemos que os do Norte também ganhem por força de uma maior unidade europeia”, argumentou.

Questionado sobre se entende que há o perigo da eventual eleição como líder do Eurogrupo poder levar Mário Centeno a descurar a função de ministro das Finanças, Rui Rio disse esperar que isso não aconteça.

“Todo o Governo português, e em particular o Dr. Mário Centeno, quando aceita um cargo desses, está consciente de que vai ocupar uma parte do seu tempo fora de Portugal, mas que tem o ministério das Finanças e toda a equipa das Finanças preparada para continuar a dar a resposta que está capaz de dar. Boa ou má, isso depois logo se vê, é a resposta que está capaz de dar”, afirmou o político portuense.

O outro candidato à liderança do PSD, Pedro Santana Lopes, também foi abordado sobre o assunto “Mário Centeno”. Disse que a candidatura do ministro das Finanças à presidência do Eurogrupo “deve ser motivo de satisfação”, mas também de preocupação com as consequências no funcionamento do ministério.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Desemprego de longa duração disparou

Subsídio extra vai chegar a 13 mil desempregados de longa duração

O Fórum Económico Mundial reúne em Davos, uma pequena comuna suíça, líderes mundiais na área dos negócios, economia e política (EPA/GIAN EHRENZELLER)

Lotação esgotada em Davos para conhecer Portugal

Christine Lagarde. Fotografia: REUTERS/Denis Balibouse

FMI. Christine Lagarde elogia cluster Autoeuropa no fórum de Davos

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Rui Rio. Centeno a liderar Eurogrupo também é mérito do PSD-CDS