Energia

Rússia prevê a estabilização do preço do barril de petróleo em 2019

Fotografia: Reuters/Brendan McDermid
Fotografia: Reuters/Brendan McDermid

A OPEP e os principais produtores de petróleo liderados pela Rússia acordaram reduzir o número de barris produzidos por dia a partir de janeiro.

O ministro da Energia russo, Alexander Novak, prevê que os preços do barril de petróleo, que caíram mais de um terço neste trimestre, irão estabilizar na primeira metade de 2019, avança a Reuters.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) e outros grandes produtores liderados pela Rússia acordaram, no início de dezembro, em cortar a produção em 1,2 milhões de barris por dia. O acordo a entrar em vigor já no mês de janeiro tem como objetivo travar a descida dos preços do petróleo.

“Penso que durante o primeiro semestre de 2019, graças ao esforço conjunto, que foi confirmado pelos membros da OPEP e não membros, a situação irá ficar mais estável e equilibrada”, afirmou Alexander Novak numa entrevista ao canal Rossiya-24 TV.

O ministro russo disso que não está prevista nenhuma reunião extraordinária com a OPEP e atribuiu, ainda, a queda dos preços a fatores macroeconómicos. “Esses são os fatores fundamentais: a queda da procura no inverno e, claro, a macroeconomia, já que estamos a assistir a uma desaceleração na atividade económica global no final do ano e a uma queda no mercado de ações”, disse.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
5D5BF6F7-69DF-4F33-9B33-A8FE9E3B1547

O fim dos concessionários? Na era digital, por cá ainda se compra o carro no stand

O presidente da China, Xi Jinping, fez uma visita de Estado a Portugal no final de 2018. Fotografia: Filipe Amorim/Global Imagens

Angola e China arrastam exportações portuguesas. Alemanha e Itália ainda não

( Jorge Amaral/Global Imagens )

Preços das consultas da ADSE ainda em aberto

Outros conteúdos GMG
Rússia prevê a estabilização do preço do barril de petróleo em 2019