Energia

Rússia prevê a estabilização do preço do barril de petróleo em 2019

Fotografia: Reuters/Brendan McDermid
Fotografia: Reuters/Brendan McDermid

A OPEP e os principais produtores de petróleo liderados pela Rússia acordaram reduzir o número de barris produzidos por dia a partir de janeiro.

O ministro da Energia russo, Alexander Novak, prevê que os preços do barril de petróleo, que caíram mais de um terço neste trimestre, irão estabilizar na primeira metade de 2019, avança a Reuters.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) e outros grandes produtores liderados pela Rússia acordaram, no início de dezembro, em cortar a produção em 1,2 milhões de barris por dia. O acordo a entrar em vigor já no mês de janeiro tem como objetivo travar a descida dos preços do petróleo.

“Penso que durante o primeiro semestre de 2019, graças ao esforço conjunto, que foi confirmado pelos membros da OPEP e não membros, a situação irá ficar mais estável e equilibrada”, afirmou Alexander Novak numa entrevista ao canal Rossiya-24 TV.

O ministro russo disso que não está prevista nenhuma reunião extraordinária com a OPEP e atribuiu, ainda, a queda dos preços a fatores macroeconómicos. “Esses são os fatores fundamentais: a queda da procura no inverno e, claro, a macroeconomia, já que estamos a assistir a uma desaceleração na atividade económica global no final do ano e a uma queda no mercado de ações”, disse.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

BCP

BCP propõe distribuir 30 milhões em dividendos

Miguel Maya, CEO do Millennium Bcp.
(Leonardo Negrão / Global Imagens)

Lucro do BCP sobe mais de 60% para 300 milhões em 2018

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Rússia prevê a estabilização do preço do barril de petróleo em 2019