Coronavírus

Santa Casa perde cerca de 600 milhões de euros em vendas de jogos

Edmundo Martinho, provedor da Santa Casa da Misericórdia.
( Gustavo Bom / Global Imagens )
Edmundo Martinho, provedor da Santa Casa da Misericórdia. ( Gustavo Bom / Global Imagens )

Provedor fala de um impacto "brutal" da pandemia e aponta para prejuízos de 30 a 40 milhões de euros no final do ano.

A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) terá perdido até agora cerca de 600 milhões de euros de receita da venda de jogos devido à pandemia de covid-19, de acordo com as estimativas do provedor Edmundo Martinho.

“Nós nos jogos devemos ter nesta altura perdido qualquer coisa como uns 600 milhões de euros”, refere o provedor em entrevista à Antena 1/Jornal de Negócios, indicando que em causa está uma quebra de 20% a 25% de redução face ao período homólogo em pouco mais de seis meses.

“Tivemos praticamente dois meses em que as receitas [de venda de jogos] se aproximaram de zero porque todos os pontos de venda estavam fechados, os cafés, as tabacarias, e alguns mantiveram-se abertos mas com um grau de comercialização muito reduzido porque as pessoas não saíam, estavam em casa”, aponta.

Esta quebra na receita conjuga-se com um aumento da despesa na ordem dos “20% a 30%”, com o provedor a apontar para que a SCML feche o ano com prejuízos de 30 milhões a 40 milhões de euros.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Lisboa,  29/09/2020 - Ursula Von der Leyen, Presidente da Comissão Europeia.
(Paulo Alexandrino/Global Imagens)

Ursula von der Leyen. “Portugal é único e tem agora oportunidades maravilhosas”

Portugal's Prime Minister Antonio Costa speaks during presentation of the European and Portuguese Recovery and Resilience Plans, at Champalimaud Foundation, in Lisbon, Portugal, 29 September 2020. Ursula Von Der Leyen is in Lisbon for a two-day official visit. MÁRIO CRUZ/LUSA

Portugal recorrerá só a subvenções. Empréstimos só quando situação melhorar

ANTONIO COTRIM/ LUSA

Von der Leyen: Instrumento “SURE é um escudo para os trabalhadores e empresas”

Santa Casa perde cerca de 600 milhões de euros em vendas de jogos