Turismo

SATA Azores Airlines desenvolve parcerias para relançar ‘Stopover’

Fotografia: direitos reservados
Fotografia: direitos reservados

Programa 'Stopover' vai permitir fazer uma ligação entre os EUA e Portugal Continental fazendo uma paragem nos Açores pelo preço de uma única viagem.

O diretor comercial da SATA Azores Airlines disse esta quarta-feira que a companhia vai relançar o programa ‘Stopover’, nas viagens entre os Estados Unidos da América (EUA) e Portugal continental, estando a desenvolver parcerias para o projeto.

À margem de uma apresentação aos agentes de viagens na BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa, que começou na FIL, em Lisboa, Gavin Eccles afirmou aos jornalistas que “o programa Stopover [da companhia] começou há três ou quatro anos”, mas que “não foi devidamente promovido”, daí que seja “um relançamento”.

O programa ‘Stopover’ vai permitir fazer uma ligação entre os EUA e Portugal Continental fazendo uma paragem nos Açores pelo preço de uma única viagem.

“Começou a existir tanto tráfego da América do Norte que se tornou ideal”, justificou ainda, explicando que esta “é uma grande oportunidade de abrir os Açores aos clientes”.

O que tem sido feito pela companhia é “voar diretamente, sem paragens, América do Norte — Lisboa”. Este verão, a transportadora decidiu “mudar o projeto e fazer uma operação direta com uma paragem técnica. Teoricamente, o passageiro pode fazer Boston — Lisboa, com uma hora de paragem em Ponta Delgada, ou ficar entre um e sete dias. É por isso que estamos a lançar o projeto ‘Stopover'”, explicou ainda o mesmo responsável.

“O que tentamos dizer é: porquê voar diretamente? Se quer ir a Portugal Continental, nesse caso tem várias opções para voar diretamente. Não faça isso. Venha pelos Açores, experimente um avião completamente novo, fique um ou dois dias nos Açores e depois venha a Portugal Continental”, acrescentou Gavin Eccles.

Para isso, o diretor comercial referiu que a empresa “está a desenvolver parcerias nos Açores”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Dívida pública está nos 130,3%

Endividamento da economia atinge novo recorde em abril

O ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, José Vieira da Silva, fala perante a Comissão de Trabalho e Segurança Social, na Assembleia da República, em Lisboa, 26 de junho de 2019. TIAGO PETINGA/LUSA

Mais 93 mil novas pensões atribuídas até julho

Zeinal Bava, ex-PT e Oi

Zeinal Bava faz promessa: “Chegou o momento de esclarecer tudo”

Outros conteúdos GMG
SATA Azores Airlines desenvolve parcerias para relançar ‘Stopover’