PERES

Segurança Social recuperou 290 milhões de euros

Balanço do Ministério da Segurança Social revela que aderiram 48.575 contribuintes. Mais de um terço pagou integralmente os valores em dívida.

A Segurança Social recuperou cerca de 290 milhões de euros, no âmbito do Programa Especial de Redução do Endividamento ao Estado (PERES).

De acordo com o comunicado divulgado esta terça-feira pelo Ministério liderado por Vieira da Silva, aderiram a este programa 48.575 contribuintes, entre o dia em que começou o programa (4 de novembro) e 23 de dezembro.

“Dos 48.575 contribuintes que já aderiram ao PERES, 34% optou pelo pagamento integral dos valores em dívida, enquanto 66% preferiu o pagamento em prestações”, refere a nota enviada às redações, que adianta ainda que o valor cobrado a 23 de dezembro “ascendia a 40 milhões de euros”.

Os contribuintes que aderiram podem efetuar o respetivo pagamento ao dia 30 de dezembro.

“A adesão ao PERES está em linha com o comportamento de programas de cobrança extraordinária anteriores”, lê-se ainda na nota do Ministério.

Tal como o Dinheiro Vivo já noticiou, o PERES permitiu recuperar ainda 1,14 mil milhões de euros de dívidas fiscais, relativas a 93 mil contribuintes.

O balanço final do PERES no que a impostos diz respeito mostra ainda que o total de dívida fiscal submetido a este regime ascende a 1144 milhões de euros e corresponde a cerca de 573 mil processos de dívidas.

O PERES entrou em vigor no início de novembro para vigorar até 20 de dezembro. Mas a elevada afluência dos contribuintes no final do prazo, levou o governo a prolongar a adesão a este regime por mais três dias.

Através deste programa, os contribuintes puderem pagar impostos em atraso beneficiando de um perdão total de juros e de custas (caso tenham pago tudo de uma vez) ou parcial (se usaram o regime prestacional).

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Fotografia: Nacho Doce/Reuters

Obrigações. Lesados da PT Finance vão processar bancos

Mario Draghi

BCE mantém taxas de juro e programa de compra de ativos inalterados

Rosa Cullel, CEO da Media Capital

Dona da TVI com lucros de 1,9 milhões até março

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Segurança Social recuperou 290 milhões de euros