concurso público

Seguros de diplomatas e famílias custam 1,3 milhões de euros

Seguradora AIG ganhou contrato do ministério dos Negócios Estrangeiros

A secretaria-geral do Ministério dos Negócios Estrangeiros adjudicou a compra de seguros de saúde para funcionários diplomáticos e respetivas famílias à seguradora AIG por 1,33 milhões de euros.

Segundo a informação divulgada no Portal BASE, a adjudicação foi feita pela melhor proposta apresentada, tendo em conta um preço base de 1,54 milhões de euros. Em causa está a contratação de seguros de saúde “para funcionários diplomáticos do Ministério dos Negócios Estrangeiros e respetivos agregados familiares, colocados em países fora do Espaço Económico Europeu ou que não tenham acordo com a ADSE”, especifica o contrato.

A duração do contrato é de três anos e a AIG apresentou a melhor proposta, num concurso público a que concorreram várias entidades seguradoras: a Corbroker, a João Mata, a MDS, a Fidelidade, a Lusitânia e ainda a Howden Ibéria.

A AIG já totaliza mais de 3,4 milhões de euros de contratos realizados com entidades públicas. Já a secretaria-geral do ministério dos Negócios Estrangeiros gastou 45 milhões de euros em 738 contratos mas também foi fornecedora, num contrato de 15 mil euros para a elaboração de um documentário.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
A ministra do Trabalho, Ana Mendes Godinho (D), e o secretário de Estado do Emprego, Miguel Cabrita (E). Fotografia: MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Salário mínimo de 635 euros? Dos 617 dos patrões aos 690 euros da CGTP

concertação

Governo sobe, sem acordo, salário mínimo até 635 euros em 2020

concertação

Governo sobe, sem acordo, salário mínimo até 635 euros em 2020

Outros conteúdos GMG
Seguros de diplomatas e famílias custam 1,3 milhões de euros