Cidades

Trânsito, parques, obras: EMEL vai gerir toda a mobilidade em Lisboa

Fernando Medina e Manuel Salgado na Mouraria: Nuno Pinto Fernandes/Global Imagens
Fernando Medina e Manuel Salgado na Mouraria: Nuno Pinto Fernandes/Global Imagens

Fernando Medina vai dar mais de 8 milhões à EMEL para a empresa municipal assumir a nova pasta

As obras para a construção de mais sete ciclovias em Lisboa já vão ser feitas sob alçada da EMEL. A empresa municipal ganha poderes e vai receber mais de 8 milhões de euros para gerir na totalidade a pasta da mobilidade na capital.

A notícia é avançada pelo DN, que explica que passam para a mão da Empresa Municipal de Mobilidade e Estacionamento de Lisboa desde os parques de estacionamento até às obras para colocação de carris para o elétrico, o projeto de bicicletas partilhadas Gira, a rede de semáforos e o controlo inteligente do tráfego na cidade.

Para cumprir esse novo desígnio de gerir toda a mobilidade da cidade, já previsto na alteração de estatutos da EMEL que consta do plano de atividades para este ano e foi aprovado pelo PS, Bloco de Esquerda e dois deputados independentes, o presidente da Câmara, Fernando Medina, vai injetar 8,74 milhões de euros até 2021.

Leia aqui a notícia completa do DN

Recorde-se que, já no verão passado, Medina decidira transferir a quase totalidade das decisões afetas à pasta das obras e do urbanismo da cidade para a Sociedade de Reabilitação Urbana (SRU), uma empresa municipal cuja liderança entregou ao vereador do Planeamento, Urbanismo, Património e Obras Municipais, Manuel Salgado, cujas decisões na autarquia eram alvo de forte contestação por todos os partidos com assento na Assembleia Municipal, à exceção do PS.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Lisboa, 16/07/2019 - Decorreu hoje parte de uma reportagem sobre, empregos criados pelas empresas de partilha de veículos em Portugal..
Acompanhamos a recolha, carregamento e reparação das trotinetes partilhadas da Circ.

(Orlando Almeida / Global Imagens)

Partilha de veículos dá emprego a mais de 500 pessoas

Lisboa, 16/07/2019 - Decorreu hoje parte de uma reportagem sobre, empregos criados pelas empresas de partilha de veículos em Portugal..
Acompanhamos a recolha, carregamento e reparação das trotinetes partilhadas da Circ.

(Orlando Almeida / Global Imagens)

Partilha de veículos dá emprego a mais de 500 pessoas

António Mexia, CEO da EDP. Fotografia: REUTERS/Pedro Nunes

Saída de clientes da EDP já supera as entradas

Outros conteúdos GMG
Trânsito, parques, obras: EMEL vai gerir toda a mobilidade em Lisboa