Reclamações

Serviços públicos com mais de quatro mil reclamações

Fotografia: Leonel de Castro / Global Imagens
Fotografia: Leonel de Castro / Global Imagens

Ao todo, a Segurança Social recebeu 1089 queixas, ligeiramente mais do que um quarto do total

As reclamações contra serviços públicos mais do que duplicaram ao longo deste ano. Ao todo, o Portal da Queixa registou 4133 reclamações contra serviços do Estado com atendimento público.

Quais as entidades com mais queixas? A Segurança Social, Centro Nacional de Pensões e Finanças foram as líderes no número de reclamações ao longo do ano, refere o Portal.

Ao todo, a Segurança Social recebeu 1089 queixas, ligeiramente mais do que um quarto do total. Em segundo lugar, mas bem atrás, aparece o Centro Nacional de Pensões com 359 reclamações e a Autoridade Tributária e Aduaneira com outras 350.

A Alfândega de Lisboa (270) e o Ministério da Educação reuniram 157 reclamações e, por fim, o IEFP teve 98, valor próximo do obtido pelo IMTT e pela ADSE.

De que reclamam os portugueses? A maior parte das reclamações tem a ver com “mau serviço prestado, atendimento, atraso de respostas, enganos e até no serviço de apoio ao cidadão”.

Há ainda situações de reclamações relacionadas com a entrega das prestações de parentalidade, declarações de IRS ou atrasos nos reembolsos da ADSE.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O presidente do Novo Banco, António Ramalho, discursa na cerimónia de lançamento do Projeto de Divulgação Cultural do Novo Banco. Fotografia: MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Banca custou ao Estado mais 1,5 mil milhões de euros em 2019, agora ajude

coronavirus portugal antonio costa

Proibidos ajuntamentos com mais de cinco pessoas. Aeroportos encerrados

O primeiro-ministro, António Costa, fala aos jornalistas no final da reunião do Conselho de Ministros após a Assembleia da República ter aprovado o decreto do Presidente da República que prolonga o estado de emergência até ao final do dia 17 de abril para combater a pandemia da covid-19, no Palácio da Ajuda, em Lisboa, 2 de abril de 2020. 
 MÁRIO CRUZ/POOL/LUSA

Mapa de férias pode ser aprovado e afixado mais tarde do que o habitual

Serviços públicos com mais de quatro mil reclamações