Manifestação

Sindicato dos Estivadores promove ação contra a precariedade

Fotografia: Sidónio Félix / Global Imagens
Fotografia: Sidónio Félix / Global Imagens

O Sindicato dos Estivadores está a promover uma manifestação contra a precariedade, não apenas nos portos mas também noutros sectores.

A ideia partiu do Sindicato dos Estivadores e o objetivo é que participem nesta manifestação os estivadores e os restantes colegas que trabalham nos portos, as também os trabalhadores dos demais sectores e os desempregados. As respostas revelam uma adesão por parte dos mais diversos setores de atividade. Os protestos começam dia 7 de junho.

A convocatória da manifestação conta com as adesões da CGTP, Fectrans (Federação dos Sindicatos dos Transportes), do movimento de mulheres de estivadores “Flores do Cais”, da Solid, da UMAR, dos Precários Inflexíveis, do Sindicato Nacional dos Assistentes Sociais, do Sindicato dos Call Center, ou ainda de trabalhadores das Comissões de Trabalhadores da GroundForce, do Banco Santander-Totta, o M12M – Academia Cidadã e a Plataforma contra o TTIP.

Há várias sessões públicas agendadas. As primeiras acontecem já esta terça-feira e prolongam-se até ao dia 13.

Na Assembleia da República há várias iniciativas a serem discutidas para combater a precariedade e este tema foi também discutido na última reunião da Concertação Social.

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Patrick Drahi, fundador da Altice

Altice. Dona da PT confirma conversações para compra da TVI

Tesouro italiano coloca milhões a taxas de juros mínimas

Governo italiano aprova resgate de dois bancos à beira da falência

António Serrano, nos estúdios da TSF. Professor catedrático e político português, foi Ministro da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas do XVIII Governo Constitucional de Portugal.
(Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

António Serrano: “É preciso um choque de gestão no território florestal”

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Sindicato dos Estivadores promove ação contra a precariedade