jogo

Solverde entra no negócio das apostas desportivas

Manuel Violas, presidente do grupo Solverde. Fotografia: D.R.
Manuel Violas, presidente do grupo Solverde. Fotografia: D.R.

A Solverde já investiu oito milhões de euros no negócio do jogo online. Nos próximos três anos, quer triplicar o número de registos na plataforma.

A Solverde acaba de entrar no negócio das apostas desportivas online. A empresa de Manuel Violas obteve a 11ª licença do mercado português para exploração de apostas desportivas à cota, três anos depois de ter iniciado atividade online com os jogos de casino. Até ao momento, a aposta no jogo online já implicou um investimento de oito milhões de euros.

Com a entrada neste segmento de jogo de fortuna e azar, a plataforma decidiu apresentar-se como solverde.pt, em substituição do domínio casinosolverde.pt. A oferta de apostas desportivas integra todos os jogos autorizados por lei, dando especial destaque ao futebol, que é a modalidade que mais interesse desperta nos apostadores portugueses, mas sem esquecer o basquetebol, ténis, hóquei em patins, Fórmula 1, Moto GP, entre outros.

Desde ontem (segunda-feira), após anúncio do Serviço de Regulação e Inspeção de Jogos de atribuição da licença à Solverde, que a plataforma está em soft launch.

Objetivo é triplicar registos

Américo Loureiro, diretor da empresa, definiu como objetivo para os próximos três anos triplicar o número de registos na plataforma que, atualmente, ronda os 200 mil. Na sua opinião, este segmento de jogo online tem ainda muito espaço para crescer em Portugal, nomeadamente porque a tendência é a transferência de jogadores dos espaços físicos para os digitais.

A somar há uma enorme fasquia de apostadores digitais a conquistar. Como realça, “mais de 50% do mercado é disputado por operadores ilegais” e “queremos acreditar que com o tempo se irá verificar uma migração do ilegal para o legal”. Para isso, Américo Loureiro defende uma maior celeridade no bloqueio dos sites que operam à margem da lei, a obrigatoriedade de uma licença para os fornecedores de tecnologia e a introdução de jogos que em Portugal não são permitidos pela legislação, mas que esses operadores têm no portfolio.

O responsável sublinha ainda que a Solverde.pt é uma casa de apostas 100% portuguesa, com uma equipa que desde a primeira hora tem vindo a crescer, totalizando atualmente 70 profissionais, e que deverá manter-se em expansão. O projeto prevê a incorporação de mais 40 colaboradores nos próximos cinco anos.

Na área dos jogos de casino e ao fim de três de operação, a plataforma digital da Solverde afirma-se como sendo a maior sala do país, com uma oferta de mais de 900 jogos.

O grupo Solverde, que conta mais de 50 anos a operar no setor dos jogos de fortuna e azar, explora também os casinos físicos de Espinho, Algarve e Chaves.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fotografia: Arquivo/ Global Imagens

Transações de casas caíram 35,25% em abril. Preços começam a abrandar

(João Silva/ Global Imagens)

Estrangeiros compraram menos casas em Portugal em 2019. Preço por imóvel subiu

dgs covid portugal coronavirus

Mais cinco mortos e 463 infetados por covid-19 em Portugal

Solverde entra no negócio das apostas desportivas