centro comercial

Sonae Sierra investe 151 milhões na expansão do Centro Comercial Colombo

Centro Comercial Colombo é um dos centros comerciais gerido pela Sonae Sierra em Portugal.
(Sara Matos / Global Imagens)
Centro Comercial Colombo é um dos centros comerciais gerido pela Sonae Sierra em Portugal. (Sara Matos / Global Imagens)

A Sonae Sierra vai investir 151 milhões de euros na construção de um terceiro edifício de escritórios e na expansão da área comercial do Centro Colombo, em Lisboa, devendo a obra arrancar este ano, anunciou esta quarta-feira o presidente executivo.

“Está tudo licenciado e esperamos iniciar este ano”, afirmou Fernando Guedes de Oliveira, precisando que o novo edifício de escritórios – que se junta às torres Ocidente e Oriente, já existentes – terá 33.000 metros quadrados distribuídos por nove pisos e que a expansão da área comercial será de 10.500 metros quadrados de área bruta locável (ABL).

O presidente executivo da Sonae Sierra falava num encontro com jornalistas na Maia, Porto.

A construção do novo edifício e a ampliação do Centro Comercial Colombo chegou a estar prevista para 2017, mas segundo Guedes de Oliveira o projeto atrasou-se “sobretudo devido à necessidade de reforçar todo o Colombo, por baixo da torre” a construir.

Em 2015, a Sonae tinha anunciado a intenção de construir dois edifícios, um com 13 pisos e o outro com seis, num total de 48 mil metros quadrados, mas o projeto acabou por não avançar após articulação com a autarquia de Lisboa.

O Centro Colombo foi construído em 1997. Uns anos depois, foi concluída a construção da torre de escritórios Oriente (2009) e da torre Ocidente (2011).

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Assembleia da República. Fotografia: António Cotrim/Lusa

Gestores elegem medidas para o novo governo

Joana Valadares e a sócia, Teresa Madeira, decidiram avançar em 2015, depois do encerramento da empresa onde trabalhavam há 20 anos. Usaram o Montante Único para conseguir o capital necessário e a Mimobox arrancou em 2016. Já quadruplicaram o volume de negócios. (Foto cedida pelas retratadas)

Desempregados que criam negócios geram mais emprego

Salvador de Mello, CEO do grupo CUF (Artur Machado/Global Imagens)

CUF vai formar alunos médicos de universidade pública

Outros conteúdos GMG
Sonae Sierra investe 151 milhões na expansão do Centro Comercial Colombo