Inflação

Subida dos preços acelera em junho para 1,6%

Inflação caiu mais no Japão e no Canadá

A taxa de variação homóloga do Índice de Preços no Consumidor (IPC) terá sido de 1,6% em junho, contra 1% em maio.

A taxa de variação homóloga do Índice de Preços no Consumidor (IPC) terá sido de 1,6% em junho, contra 1,0% em maio, segundo a estimativa rápida divulgada esta sexta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

A subida homóloga estimada do indicador de inflação subjacente (índice total excluindo produtos alimentares não transformados e energéticos) é de 1,0%, face ao valor final de maio de 0,6%.

“O índice relativo aos produtos energéticos terá também acelerado, estimando-se uma taxa de variação homóloga de 7,4% em junho”, refere o INE.

A variação mensal estimada do IPC é 0,1% (em maio, o valor definitivo foi 0,4%) e a variação média dos últimos 12 meses de 1,1% (1,0% registado no mês precedente).

O INE estima que o Índice Harmonizado de Preços no Consumidor (IHPC) português tenha registado uma subida homóloga de 2,0%. O valor final de maio foi 1,4%.

O instituto divulgará os dados definitivos de junho no próximo dia 11 de julho.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
trabalho emprego comissão europeia

Bruxelas quer criar 5 novos impostos e dar 15 mil milhões de euros a Portugal

Vieira da Silva, ex-ministro do Trabalho e Segurança Social. 
Fotografia: Natacha Cardoso / Global Imagens

Governo deve reforçar apoios sociais e aos jovens e rever o lay-off

covid 19 portugal casos coronavirus DGS

1356 mortos e 31292 casos confirmados de covid-19 em Portugal

Subida dos preços acelera em junho para 1,6%