Automóvel

Sucessora de Merkel critica “cruzada” contra carros a diesel

Foto: REUTERS/Axel Schmidt
Foto: REUTERS/Axel Schmidt

A líder da União Democrata Cristã (CDU) considera que proibir carros a diesel na Alemanha coloca em risco milhares de empregos.

A sucessora de Angela Merkel à frente da CDU lamentou esta segunda-feira que as organizações ambientais estejam a liderar uma “cruzada” contra os carros com motores a diesel.

Segundo a Reuters, Annegret Kramp-Karrenbauer afirmou que “o facto de centenas de milhares de empregos dependerem da industria automóvel é um facto muitas vezes ignorado”. A líder dos conservadores alemães sublinhou que as organizações de defesa do ambiente estão a fazer um “bom trabalho”, destacando no entanto a “impressão crescente de que existe uma cruzada contra o diesel”.

No ano passado várias cidades alemãs, como Berlim, Estugarda, Colónia ou Frankfurt decidiram banir a circulação de carros a diesel com motores mais antigos dos centros urbanos. Como forma de responder à medida, o governo alemão eliminou no final de 2018 as barreiras legais que impediam os fabricantes de atualizar os sistemas de filtros dos carros a diesel antigos.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(PAULO CUNHA/LUSA)

Costa espera ser primeiro-ministro 12 anos e dar início à regionalização

O novo primeiro-ministro, António Costa. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

OE2020: Costa anuncia reforço de incentivos ao arrendamento acessível

Alexandra Leitão, ministra da Administração Pública. Fotografia: António Pedro Santos/Lusa

Funcionários mais antigos podem perder dias de férias com baixas prolongadas

Outros conteúdos GMG
Sucessora de Merkel critica “cruzada” contra carros a diesel