Setor Portuário

Svitzer vende negócio português de reboques portuários

Porto de Setúbal. (RUI MINDERICO/LUSA)
Porto de Setúbal. (RUI MINDERICO/LUSA)

Operação portuguesa da Svitzer é composta por uma frota de 13+2 rebocadores, que prestam serviços nos portos de Lisboa, Setúbal e Sines.

A Svitzer vai vender o negócio português de reboque portuário à empresa de amarração Pioneiro do Rio e ao armador Grupo Sousa, foi hoje anunciado.

De acordo com um comunicado dos compradores, a Pioneiro do Rio e o Grupo Sousa vão adquirir a operação portuguesa da Svitzer, composta por uma frota de 13+2 rebocadores, que prestam serviços nos portos de Lisboa, Setúbal e Sines.

A empresa de amarração Pioneiro do Rio é detida pelo atual administrador delegado da Svitzer Portugal, Rui Cruz, e por Ana Margarida Severino.

O Grupo Sousa é o maior armador português, em navios próprios e fretados, com ligações regulares à Madeira, Açores, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Ilhas Canárias, Algeciras e Portugal continental. Realiza atividades marítimas e portuárias, atuando também no setor de energia, destacando-se a operação de fornecimento de GNL entre Sines e Madeira para produção de energia elétrica.

A Pioneiro do Rio e o Grupo Sousa irão adquirir integralmente as duas empresas portuguesas da Svitzer, num negócio que inclui tripulação e a frota de rebocadores da Svitzer Portugal.

A transação está sujeita a apresentação obrigatória junto da Autoridade da Concorrência, que terá de dar o aval ao negócio, cuja conclusão está prevista para o segundo semestre de 2019.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Trabalhos de descarga de contentores no Porto de Sines, 12 de fevereiro de 2020. TIAGO CANHOTO/LUSA

Exportações com quebra de 17% na primeira metade do ano

Isabel Camarinha, líder da CGTP, fala aos jornalistas após audiência com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, no Palácio de Belém, em Lisboa, 30 de julho de 2020. (MIGUEL A. LOPES/LUSA)

CGTP. Governo nega complemento a quem esteve em lay-off sem justificação

spacex-lanca-com-sucesso-e-pela-primeira-vez-a-nave-crew-dragon-para-a-nasa

SpaceX lança 57 satélites para criar rede mundial de Internet de alta velocidade

Svitzer vende negócio português de reboques portuários