apoios sociais

Tarifa social do gás: Desde agosto, mais 93 mil famílias deviam ter acesso

Foto: REUTERS/Bogdan Cristel
Foto: REUTERS/Bogdan Cristel

Números atualizados da abrangência das tarifas sociais mostram que desde agosto total de famílias carenciadas sem apoio no gás subiu para 750 mil

De agosto de 2016 a janeiro de 2017, mais 92,8 mil famílias que cumpriam os critérios de elegibilidade para as tarifas sociais ficaram de fora dos mesmos ao nível do abastecimento de gás. São assim 749,8 mil as famílias que, mesmo estando dentro dos critérios de carência que obrigam à atribuição das tarifas sociais, não têm acesso às mesmas por não terem fornecimento de gás natural nas suas zonas de residência.

Conforme noticiou ontem o Dinheiro Vivo, em agosto último eram já 656,9 mil famílias que, apesar de preencherem todos os critérios de carência que dão acesso a tarifas sociais na energia, não tinham direito a este apoio no fornecimento de gás, já que este só está pensado para quem tem gás natural – sendo que este já é, por si só, mais barato do que o gás engarrafado.

Entretanto, e segundo dados atualizados ontem disponibilizados ao DV pelo Ministério da Economia, percebe-se que de agosto de 2016 a janeiro último, as 656,9 mil famílias subiram para 749,8 mil.

De acordo com os números enviados pela tutela, em janeiro existia um total de 786,6 mil famílias em Portugal Continental que cumpriam os requisitos de carência para ter direito às tarifas sociais na luz e no gás. Mas se ao nível da eletricidade todas têm os descontos – a atribuição é facilitada pela menor dispersão do mercado –, na oferta de gás, porém, apenas 4,9% destas 786,6 mil famílias carenciadas conseguem aceder aos descontos.

Os descontos no gás natural representam uma poupança de cerca de 20% por mês e, além de não terem acesso aos descontos, as 749,8 mil famílias em causa pagam mais 75% no gás de garrafa que o valor de uma fatura média sem desconto no gás natural.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Francisco São Bento, presidente do SNMMP. Foto: Sara Matos/Global Imagens

Cinco momentos chave numa greve de sete dias

Foto: D.R.

Empresas aproveitaram taxa do açúcar para subirem mais os preços

(DR)

Banca europeia perde milhões em Bolsa. Espera-se nova onda de fusões

Outros conteúdos GMG
Tarifa social do gás: Desde agosto, mais 93 mil famílias deviam ter acesso