Portal da Queixa

Telecom: Nunca houve tantas reclamações como em agosto

REUTERS/Alessandro Bianchi - RC15543EA000
REUTERS/Alessandro Bianchi - RC15543EA000

Desde 2016 que não havia tantas reclamações. Meo lidera as queixas, mas a Vodafone foi quem viu disparar os problemas.

Foi o mês de todas as reclamações. Desde 2016, nunca como em agosto os consumidores se queixaram tanto das telecomunicações. Só nesse mês chegaram ao Portal da Queixa 1207 reclamações, mais 7% do que há um ano. O Meo foi a mais reclamada, seguida da NOS, mas foi a Vodafone que viu disparar os problemas face à um ano: 101,4%, para 284 reclamações. Números que tornam o setor das telecomunicações o líder da insatisfação dos consumidores. Só nos primeiros oito meses do ano chegaram ao Portal da Queixa 8733 reclamações (+2%). Os serviços públicos (7670) e o correio postal e expresso (7437) fecham o Top 3 dos setores que geram mais insatisfação.

Agosto não foi um bom mês para os clientes de telecomunicações. “Foi o mês, desde que há registo (2016), que mais recebeu reclamações acerca do setor das telecomunicações”, adianta Pedro Lourenço, CEO da Portal da Queixa, ao Dinheiro Vivo. E de que se lamentam os clientes? “Falhas nos serviços prestados, como avarias no serviço de televisão e internet. O motivo mais reclamado em segundo lugar é relativo às condições de rescisão e instalação”, descreve Pedro Lourenço. “Continua a ser recorrente a migração dos serviços entre operadoras com base na melhor oferta, contudo o processo de rescisão e instalação dos novos serviços está envolto de muitas práticas agressivas e pouca informação junto dos consumidores acerca dos seus direitos”, comenta o CEO do Portal da Queixa. A insatisfação com os serviços (42%), problemas relacionados com o contrato (33%), fatura (17%) e mau atendimento (6%) representam o maior volume de problemas relatados ao Portal.

Em agosto, a Meo registou 508 queixas (-1,17%), a NOS 298 (-5,7%) e a Vodafone 284, mais do dobro das 141 registadas em agosto do ano passado (101,4%). No acumulado do ano, é também a Vodafone a que mais viu subir o volume de reclamações no Portal – mais 33%, para 1721 registos -, tendo a NOS visto crescer 8%, para 2576, o número de queixas. Com 3928 reclamações em oito meses, a operadora da Altice Portugal lidera nas queixas, mas foi a única a ver o número de problemas registados cair face ao ano passado: recuou 20%.

“Embora não tenhamos dados suficientes para efetuar uma correlação, mas os dados apontam para um aumento da quota de mercado da Vodafone e, na sua consequência, um normal aumento do número de reclamações”, admite Pedro Lourenço, quando questionado sobre o que estaria na origem do disparo de reclamações relacionadas com a operadora. Até junho, de acordo com os dados da Anacom, a operadora viu subir a sua quota de televisão para 15,8% (+1,1 pontos percentuais) e para 18,5% (+0,9 pp) a sua quota de acessos de banda larga fixa residenciais.

Ana Marcela é jornalista do Dinheiro Vivo

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Fotografia: REUTERS/Brendan McDermid

Principais bancos em Portugal vão continuar a reduzir exposição ao imobiliário

Fotografia: REUTERS/Brendan McDermid

Principais bancos em Portugal vão continuar a reduzir exposição ao imobiliário

SaudiAramco

Petrolífera Aramco consegue maior entrada em bolsa da história

Outros conteúdos GMG
Telecom: Nunca houve tantas reclamações como em agosto