Tempestades Elsa e Fabien provocaram danos de 42 milhões

O balanço final da APS aponta para quase 22.700 sinistros.

As tempestades Elsa e Fabien, que atingiram Portugal em dezembro do ano passado, quase 22.700 sinistros cobertos por apólices de seguros, a que corresponde um valor agregado de danos (valores pagos e provisionados) de 42 milhões de euros, revelou a Associação Portuguesa de Seguradores (APS).

Estes são os resultados do balanço final do apuramento dos danos cobertos por contratos de seguro, junto das seguradoras associadas da APS.

No apuramento anterior, de 16 de janeiro, registaram-se quase 17.000 sinistros e um valor agregado de danos (pagos e provisionados) de 34 milhões de euros.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de