Automóvel

Tesla contraria pandemia, voa nas vendas e Musk recebe prémio de 700 milhões

elon-musk-t-eca50ddc4ba7c30ddb1da02f8ff60e8746956321

Mesmo em tempos de pandemia, Tesla consegue vendas e receitas elevadas. As ações sobem e Musk terá o desejado bónus

Apenas quatro dias após Elon Musk dizer que as ações da Tesla estavam sobrevalorizadas, o próprio CEO da empresa que oscila entre marca de automóveis, empresa de tecnologia e de energia, consegue um desejado bónus que pode ascender aos 700 milhões de dólares.

A Tesla está bem e recomenda-se. Com as ações da empresa a registaram uma média nos últimos seis meses acima dos 100 mil milhões de dólares de valor, Elon Musk consegue receber um ‘bónus’ chorudo em opções de ação na empresa que muitos pensavam que dificilmente receberia. As regras foram impostas pelo próprio Musk que não tira salário por ser CEO e dono da Tesla e da empresa espacial SpaceX, mas montou um sistema ambicioso que envolve o crescimento da empresa e os lucros para receber bónus.

A Tesla vive dias de sonho e não tem sofrido com a pandemia como outras marcas de automóveis – já há algum tempo que vale mais do que os três antigos maiores construtores americanos juntos. Com todo o mercado automóvel a cair vertiginosamente por todo o mundo – em Portugal caiu 84% e no Reino Unido superou os 97%, o pior registo desde 1946 -, a Tesla é a exceção ao ponto do seu Model 3 ter sido o carro mais vendido no Reino Unido em abril – um registo inédito para o modelo acima dos 40 mil euros.

No mesmo dia em que anunciou ao mundo que foi novamente pai com a cantora Grimes, o magnata de 48 anos ficou mais rico já que as ações da Tesla aumentaram mais de 8% na segunda-feira, colocando o valor de mercado da empresa nos 141,1 mil milhões de dólares e na tal média de 100 mil milhões.

No meio do sucesso, um tweet na passada sexta-feira de Elon Musk fez furor por maus motivos. Ao dizer que “o preço das ações da Tesla é muito alto”, na sua opinião, Musk fez as ações caírem 10%, mas recuperaram na segunda-feira.

A Tesla, cuja fábrica na Califórnia está fechada devido aos problemas da pandemia no Estado, registou o seu terceiro lucro trimestral consecutivo a semana passada. As receitas foram de 5,99 mil milhões de dólares, contra 4,54 mil milhões o ano passado e 939 milhões há apenas cinco anos.

Entretanto, a Tesla pediu uma licença para operar como fornecedor de eletricidade no Reino Unido, numa aposta que pode estar integrada com o sistema de carregamentos ultra rápidos que a empresa disponibiliza em dezenas de países, os Superchargers, ou com a plataforma Autobidder, que permite trocas automáticas de energia e que está em teste no sul da Austrália.

Como funciona o sistema de bónus

Atingir a média de 100 mil milhões de dólares em seis meses desencadeia a aquisição das primeiras 12 parcelas de opções concedidas ao bilionário para comprar ações da Tesla como parte de um pacote de pagamento acordado em 2018. Musk já cumpriu os outros dois requisitos ao atingir uma meta de crescimento da empresa e superar, em muito, o valor de mercado médio de 100 mil milhões de dólares num só mês.

Cada parcela oferece a Musk a opção de comprar 1,69 milhão de ações da Tesla por 350,02 dólares cada. Ora, ontem as ações da Tesla estavam a 761,19 dólares o que dá, teoricamente, a Musk um lucro de 694 milhões de dólares.

Sem posses físicas?

Entretanto, em mais um momento peculiar de Musk no Twitter, também na sexta-feira o fundador da Tesla e da SpaceX anunciou que ia-se ver livre “de todas” as suas “posses físicas”. E esta segunda-feira duas propriedades de Musk foram postas oficialmente à venda no site Zillow com um preço de 40 milhões de dólares. No total, as posses imobiliárias de Musk rondam os 84 milhões de dólares de valor de mercado.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa. JOÃO RELVAS/POOL/LUSA

Governo cria complemento salarial até 350 euros para trabalhadores em lay-off

O primeiro ministro, António Costa, fala aos jornalistas durante a conferência de imprensa, 04 junho 2020, realizada no final da reunião do Conselho de Ministros, no Palácio da Ajuda, em Lisboa.     MANUEL DE ALMEIDA / POOL/LUSA

Banco de Fomento para Portugal com “aprovação provisória”

O primeiro ministro, António Costa, fala aos jornalistas durante a conferência de imprensa realizada no final da reunião do Conselho de Ministros, no Palácio da Ajuda,  em Lisboa, 29 de maio de 2020. O Governo decidiu adiar a passagem para a terceira fase de desconfinamento na Área Metropolitana de Lisboa e criou regras especiais, sobretudo em atividades que envolvem “grande aglomerações de pessoas”.  MANUEL DE ALMEIDA/POOL/LUSA

Trabalhadores em lay-off passam a receber entre 77% e 92% do salário

Tesla contraria pandemia, voa nas vendas e Musk recebe prémio de 700 milhões