Trabalhadores dos impostos avançam para a greve

Os trabalhadores da Autoridade Tributária e Aduaneira vão avançar para a greve entre 26 e 31 de dezembro.

A cobrança de impostos e o cumprimento das últimas obrigações fiscais do ano podem sofrer um forte revés caso o governo não retome as negociações com o Sindicato dos Trabalhadores dos Impostos sobre a revisão das carreiras e estes acabem por cumprir a greve que vai ser marcada para o período entre o Natal e o Ano Novo.

O pré-aviso de greve para os dias 26 a 31 de dezembro aprovado esta sexta-feira pelo Conselho Geral do Sindicato dos Trabalhadores dos Impostos, segundo confirmou ao Dinheiro Vivo o presidente do STI, Paulo Ralha, devendo o texto ser entregue ainda hoje.

Na linha da frente das razões para esta paralisação está o rumo das negociações relacionadas com a revisão das carreiras e o objetivo é pressionar o governo a negociar. Os trabalhadores consideram que o governo tem vindo a "empatar" o processo e exigem uma resposta.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de