Guerra comercial EUA-China

Trump assina acordo inicial com China para evitar tarifas

Trump Xi China
Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, e Xi Jinping, presidente da China. Foto: Reuters

Acordo inicial está garantido, indicam meios americanos, o que permite evitar entrada em vigor de tarifas pesadas para a China

Os Estados Unidos e a China estabeleceram os termos finais para um acordo comercial ainda em primeira fase, aproximando os dois países de um muito aguardado e várias vezes adiado pacto, que o presidente Trump anunciou inicialmente em outubro.

A notícia foi inicialmente dada pela Bloomberg e, entretanto, confirmada pelo New York Times. Trump reuniu-se com seus principais assessores económicos na Casa Branca e terá assinado o princípio de acordo, evitando assim a introdução de uma nova onda de tarifas dos EUA à China de cerca de 160 mil milhões de dólares em bens de consumo, que iria entrar em vigor a 15 de dezembro.

Diz o New York Times que os EUA esperam, com o acordo, que os chineses comprem bens agrícolas americanos e façam ainda outras concessões. Os termos foram acordados, mas o texto final ainda não foi finalizado. A Casa Branca ainda não comentou o tema, mas um tweet de Trump logo após a abertura da bolsa de Nova Iorque fez as ações dispararem.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fotografia: Sarah Costa/Global Imagens

Tomás Correia, Montepio e BNI Europa. O que está por detrás das buscas

A coordenadora da Frente Comum de Sindicatos da Administração Pública, Ana Avoila. MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Frente Comum diz que é “inaceitável” negociar salários depois do orçamento

O secretário-geral da CGTP-IN, Arménio Carlos. MÁRIO CRUZ/LUSA

CGTP apela ao PM para negociar salários no Estado antes do Orçamento

Trump assina acordo inicial com China para evitar tarifas