EUA

Trump defende descida das taxas de juro norte-americanas para zero

Donald Trump
REUTERS/Erin Scott/File Photo
Donald Trump REUTERS/Erin Scott/File Photo

Presidente dos EUA voltou a criticar Reserva Federal no Twitter.

O Presidente dos EUA, Donald Trump, disse esta quarta-feira que as taxas de juro deviam ser reduzidas para zero e culpou os responsáveis do banco central norte-americano por não ajudarem a economia, chamando-os de “estúpidos”.

Donald Trump usou a sua conta pessoal na rede social Twitter para voltar a criticar a ação da Reserva Federal norte-americana, acusando-a de “não permitir fazer o que outros países já estão a fazer”, referindo-se a uma taxa de juro de zero por cento ou até abaixo desse valor.

“[Estamos a perder] uma oportunidade única na vida, por causa dos estúpidos”, escreveu Trump, naquela que foi a mais violenta crítica ao banco central dos EUA, apelidando o seu diretor, Jerome Powell, de ser “ingénuo”.

O Presidente Trump disse ainda que os EUA deviam “começar a refinanciar a dívida”, dizendo que esta seria uma boa ocasião por o país estar “sem inflação”.

Por várias vezes, ao longo dos últimos meses, Trump tem criticado a Reserva Federal, acusando-a de fragilizar a posição dos EUA perante os seus parceiros comerciais, em particular a China, com quem tem disputado uma longa “guerra comercial”, ao não imitar uma tendência global de baixar as taxas de juro.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

1400 empresas já pediram para aderir ao novo lay-off, apoios só a 28 de abril

Antonoaldo Neves, presidente executivo da TAP. Fotografia: Adelino Meireles/Global Imagens

TAP também vai avançar com pedido de layoff

Veículos da GNR durante uma operação stop de sensibilização para o cumprimento do dever geral de isolamento, na Autoestrada A1 nas portagens dos Carvalhos/Grijó no sentido Sul/Norte, Vila Nova de Gaia, 29 de março de 2020. MANUEL FERNANDO ARAÚJO/LUSA

Mais de 80 detidos e 1565 estabelecimentos fechados

Trump defende descida das taxas de juro norte-americanas para zero